Compartilhe este texto

Apontado como mandante da morte de Marielle, Domingos Brazão ganha 360 dias de férias do TCE

Por Portal Do Holanda

27/01/2024 15h35 — em
Brasil


Domingo Brazão e Marielle Franco - Foto: Reprodução/Dayane Pires/CMR

Domingos Brazão, suspeito no caso do assassinato da vereadora Marielle Franco, e José Maurício Nolasco ganharam 360 dias de férias no Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ). 

Conforme a decisão do Conselho Superior de Administração do órgão, na quarta-feira (24), Brazão e Nolasco ganharam direito a 360 dias de férias, que podem ou não ser convertidas em dinheiro. 

De acordo com o TCE-RJ, o benefício é referente aos anos de 2017 a 2022, quando Brazão e Nolasco ficaram afastados dos cargos por suspeita de fraude e corrupção. A investigação fazia parte da Lava Jato no Rio. 

Ambos chegaram a ser presos temporariamente em 2017 e outros três conselheiros do TCE-RJ foram alvos da operação Quinto do Ouro. 

Caso Marielle - O nome de Brazão foi citado na delação de Elcio de Queiroz, um dos envolvidos no crime. Ele foi apontado como mandante do assassinato de Marielle Franco.

Ronnie Lessa, apontado como responsável por atirar na vereadora, também afirmou que Domingos é o mandante do assassinato de Marielle. 

Brazão nega ter envolvimento no crime.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil