Alvos da CPI acionam STF para suspender quebra de sigilo

Por Portal do Holanda

11/06/2021 14h39 — em Brasil

Senadores na CPI da Pandemia - Edilson Rodrigues/Agência Senado

Três dos alvos dos requerimentos de quebra de sigilo da CPI da Covid acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender a decisão dos senadores, nesta sexta-feira (11). 

Segundo o G1, a Corte recebeu os mandados de segurança de Zozer Hardman, ex-assessor especial do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho e a Educação do Ministério da Saúde e de Hélio Angotti Neto, secretário de Ciência e Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde. 

Se permitido, será liberado o acesso a transferência do sigilo telefônico que inclui o registro e a duração de todas as ligações feitas e recebidas. Já a transferência do sigilo telemático solicita o envio de uma série de informações

Entre os que tiveram o sigilo quebrado estão o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, o ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo, o empresário Carlos Wizard, a coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI), Francieli Fontana Fantinato e o auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) Alexandre Figueiredo Marques.

Foi aprovada a transferência do sigilo telefônico e telemático de Filipe Martins, assessor internacional da Presidência da República; Ernesto Araújo, ex-ministro das Relações Exteriores; Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde. 

Tiveram ainda a quebra de sigilo Túlio Silveira, representante da Precisa Medicamentos; Paolo Zanotto, médico; Marcellus Campêlo, ex-secretário de Saúde do Amazonas; Luciano Dias Azevedo, médico.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil