Bastidores da Política - Colapso no sistema de saúde do Amazonas foi pura incompetência


Colapso no sistema de saúde do Amazonas foi pura incompetência

Por RAIMUNDO DE HOLANDA

12/03/2021 21h22 — em Bastidores da Política

Dos R$ 24,9 bilhões em receita bruta arrecadados pelo Estado do Amazonas ano passado, R$ 3,83 bilhões foram destinados à saúde. Mas não suficientes para evitar o colapso da rede hospitalar, mais de 9 mil mortes somente em 2020, escassez de oxigênio e  descontrole epidemiológico, que fez surgir uma nova variante da Covid 19, mais agressiva e mortal. Fora as denúncias de corrupção e a consequente blindagem de seus  autores, em explícito estímulo à confiança na impunidade.

R$ 3,83 bilhões podem até não ser muito, ou suficientes, considerando o esforço que a pandemia exigia das autoridades governamentais, mas os resultados alcançados foram pífios.

Revelam desperdício de dinheiro público e abrem margem para suspeitas de que os desvios podem ter ido muito além daqueles apontados pela Subprocuradora da República, Lindôra Araújo, que em junho do ano passado, ao solicitar do Superior Tribunal de Justiça autorização para fazer busca e apreensão na casa do governador Wilson Lima, o apontou como "operador de uma organização criminosa que selecionava empresa, lavava dinheiro e montava  processos para encobrir crimes" praticados com recursos da saúde.

Depois ocorreram outras "operações", nada republicanas, de blindagem do governador  e o processo contra ele não evoluiu, nem a subprocuradora mostrou  interesse em  provocar o STJ a prosseguir com  as medidas legais, pleiteadas junto ao tribunal. É o Brasil da era  Aras e Bolsonaro….

Raimundo de Holanda é jornalista de Manaus. Passou pelo "O Jornal", "Jornal do Commercio", "A Notícia", "O Estado do Amazonas" e outros veículos de comunicação do Amazonas. Foi correspondente substituto do "Jornal do Brasil" em meados dos anos 80. Atualmente escreve a coluna Bastidores no Portal que leva seu nome.