Siga o Portal do Holanda

De frente pra Praia

Antes de ser preso em Atibaia, Queiroz se escondia em apartamento de advogado

Publicado

em

Foto: Reprodução/TV Band Foto: Reprodução/TV Band
Foto: Reprodução/TV Band

‘Comissão pró Wilson Lima’ desfeita. Aumenta pressão pelo impedimento do governador


Moradores de um prédio de frente para o mar no litoral de São Paulo, onde Frederico Wassef mantém um apartamento revelaram que Fabrício Queiroz, passou meses hospedado no local entre 2018 e 2019, quando ele era procurado pelo Ministério Público.

Os vizinhos contaram a um repórter da emissora Band, que Queiroz chegou no fim de ano e que até então achavam que ele era um turista, já que era comum esse público no prédio durante o período de festas.

Contudo, com o passar dos meses eles notaram que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro estava na verdade se escondendo no local. Relatos de que ele quase não saia de casa e quando era visto estava sempre de bonés e óculos escuros, são comuns entre os moradores.

Alguns dizem que ele descia do apartamento apenas para pegar comida na portaria e evitava fazer contato com outras pessoas. Frederico aparecia com frequência no local, mas também mantinha uma rotina discreta.

Em sucessivas, Wassef sempre afirmou que desconhecia o paradeiro de Queiroz, mas além de ter cedido o abrigo, foi no sítio dele em Atibaia que Fabrício foi encontrado e preso no último dia 18 de junho.

A polícia aponta Wassef como membro influente de um esquema perigoso que envolve milicianos, e acredita que ele seja o “Anjo”, sempre citado nas conversas entre os entrevistados. Queiroz é acusado de gerenciar um esquema de “rachaduras” que ocorria dentro do gabinete do então deputado federal Flávio Bolsonaro, ele é peça chave nas investigações. A mulher de Queiroz segue foragida.



Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.