Compartilhe este texto

Produção agrícola do Amazonas será mais afetada com cheia deste ano

Por Portal do Holanda

16/05/2022 13h58 — em
Amazonas


Foto: Divulgação Seas

Com a produção agrícola do Amazonas em queda de 5% desde 2020, conforme apontou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) quando divulgou, em setembro do ano passado, os dados da Produção Agrícola Municipal (PAM), dezenas de municípios atingidos pela enchente deste ano, já sofrem os agravamentos dos efeitos da cheia deste ano.

Dados da Defesa Civil do Amazonas informam que pelo menos 24 municípios estão sem situação de emergência por conta da cheia dos rios.

Em Manacapuru, que de acordo com o IBGE em 2020 liderava a produção agrícola no Estado, quase 10 mil famílias foram cadastradas para receber o Auxílio Estadual Enchente, o que indica prejuízo nas plantações.

No último final de semana, o governo do Estado entregou a 9.673 famílias de Manacapuru uma ajuda financeira de R$ 300, em parcela única, destinado “à aquisição de alimentos e outros itens necessários para enfrentar impactos da cheia dos rios”.

Todas as famílias foram cadastradas pelos órgãos de Defesa Civil dos municípios, que tiveram suas casas invadidas pelas águas com a subida dos rios.

Em 2020, o instituto revelou que houve quedas expressivas na produção de produtos importantes como laranja, limão e mamão. A Juta, arroz e malva foram os únicos produtos que tiveram crescimento.

As lavouras temporárias foram responsáveis por 76,0% da agricultura do Estado.

Na produção nacional, açaí, guaraná, malva, juta e abacaxi são produtos locais com destaque na produção nacional.

Já a mandioca é o principal produto agrícola do Estado, e o único produzido em todos os municípios, segundo o IBGE.

Depois de Manacapuru, os municípios com maior destaque na produção agrícola são Itacoatiara, que lidera produção de abacaxi, Codajás, que produz açaí, assim como Tefé, enquanto Maués é líder em guaraná.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas