Compartilhe este texto

Novos dirigentes do TJAM tomam posse em Manaus

Por Portal do Holanda

04/07/2022 16h56 — em
Amazonas


Foto: Divulgação TJAM

Manaus/AM - Os desembargadores Flávio Pascarelli, Maria das Graças Figueiredo e Ernesto Anselmo Chíxaro foram empossados, respectivamente, para as funções de presidente, vice-presidente e corregedor-geral do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). A cerimônia aconteceu nesta segunda-feira (4), no Teatro Amazonas, no Centro de Manaus. Os novos dirigentes ficarão em um mandato que se estenderá até o dia 2 de janeiro de 2023.

Os três magistrados que assumirão foram aclamados em sessão do Pleno realizada no dia 12 de abril deste ano, e substituirão a gestão formada por Domingos Chalub (presidente), Wellington Araújo (vice-presidente) e Nélia Caminha Jorge (corregedora-geral de Justiça), cuja administração começou e foi concluída enfrentando a pandemia de covid-19. A desembargadora Carla Reis, integrou a gestão como vice-presidente da Corte até maio deste ano, quando foi eleita para compor a gestão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AM), nos cargos de vice-presidente e de corregedora, sendo substituída por Araújo.

Perfil dos novos dirigentes

Flávio Pascarelli foi promovido ao cargo de desembargador em 2008, assumiu como vice-presidente do TJ-AM no mandato-tampão entre setembro de 2009 a abril de 2010. Foi corregedor-geral do TJ-AM de 2014 a 2016, e exerceu o cargo de presidente da corte, de 2016 a 2018.

Em 2004, Graça Figueiredo foi promovida por merecimento ao cargo de desembargadora do TJ-AM, integrou comissões de concursos públicos de servidores do Judiciário e de serventias extrajudiciais. Em 2014 foi eleita presidente do TJ-AM. Também já presidiu a Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional do Amazonas (Cejaia) e atuou como coordenadora-geral dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Estado do Amazonas.

Anselmo Chíxaro foi aclamado em 2017, ao cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do Amazonas, pelo critério de antiguidade; e de 2017 a 2018 exerceu a função de ouvidor judiciário do Tribunal de Justiça do Amazonas, e de 2018 em diante assumiu a direção do Fórum.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas