Compartilhe este texto

Médico veterinário será investigado pelo CRMV-AM por venda ilegal de Ketamina em Manaus

Por Portal Do Holanda

14/06/2024 16h46 — em
Amazonas


Foto: Jander Robson /Portal do Holanda

Manaus/AM - O médico veterinário, José Máximo de Oliveira, será investigado pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária do Amazonas (CRMV-AM) por vender ilegalmente Ketamina, medicamento usado em animais. Ele está preso desde o dia 08 de junho após ser apontado pela polícia como fornecedor da droga à família de Djidja Cardoso, ex-sinhazinha do Boi Garantido, encontrada morta no dia 28 de maio deste ano.

José Máximo é dono da Clínica Maxvet, que foi alvo de busca e apreensão, no dia 31 de maio, durante Operação Mandrágora. Na ocasião foram apreendidos diversos medicamentos e documentos. 

Em nota, o CRMV-AM informou que "o processo ético aberto vai analisar a conduta do médico-veterinário suspeito de práticas irregulares envolvendo a venda de ketamina, inclusive para envolvidos no caso Didja Cardoso".

De acordo com o Conselho, a investigação corre em sigilo. "O CRMV/AM alerta que o código de ética prevê sanções para profissional que prescreva ou execute qualquer ato que favoreça transações desonestas ou fraudulentas", finaliza o documento.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas