Pandemia adia interrogatório de detentos suspeitos de participar de massacre em Manaus

Por Portal do Holanda

30/05/2020 2h08 — em Coronavírus

Foto:  Hirailton Gomes - MPAM

Manaus/AM - Devido a pandemia do coronavírus, foram suspensos os interrogatórios dos detentos suspeitos de estarem envolvidos no massacre que resultou na morte de 55 presos de 4 unidades prisionais de Manaus, em 2019. 

Segundo a Polícia Civil, mais de 180 presos já foram ouvidos e outros poderão ser chamados a depor, caso haja necessidade ao longo das investigações após a pandemia. Apesar da suspensão dos interrogatórios, o levantamento de informações  informações no Inquérito Policial (IP) continuam.

O massacre ocorreu nos dias 26 e 27 de maio durante o horário de visita. Uma briga entre facções rivais resultou na morte de 55 presos por asfixia ou perfurações pelo corpo com escovas de dentes.

+ Coronavírus