Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Homem que matou colega em festa condenado a seis anos, mas fica no semi-aberto

Publicado

em

Por

Manaus - A 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus condenou a seis anos de reclusão, no regime semiaberto,  Glauber Mascarenhas de Oliveira,  acusado de matar com uma facada no peito, Anderson Teófilo veiga da Silva, no dia 11 de março de 2000, na rua 03, Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus. À época, Glauber tinha 20 anos de idade.

Os jurados desconsideraram a tese de legítima defesa "desqualificando o delito para lesão corporal seguida de morte e homicídio privilegiado pela violenta emoção após provocação do ofendido".

Em princípio, a pena foi definida em sete anos de reclusão, mas como houve a confissão do réu, a pena foi atenuada em um ano. O fato de Glauber ter 20 anos na época do crime também contribuiu para uma pena relativamente menor.

O Júri foi presidido pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior. O Ministério Público esteve representado pelo promotor Lauro Cavalcante. Glauber Mascarenhas de Oliveira foi defendido pelo defensor público Antônio Ederval de Lima.

 

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.