Governo do Amazonas quer lucrar bilhões com venda da água da chuva

Por Portal do Holanda

29/09/2020 15h30 — em Amazonas

A proposta de cobrar créditos da chuva está sendo discutida pelo governador Wilson Lima - Foto: Araquém Alcântara / Divulgação

Manaus/AM - O Governo do Amazonas trabalha em uma ideia de projeto que pode render lucros e ainda preservar a floresta em pé. A proposta do governador Wilson Lima (PSC) é vender as águas das chuvas geradas pela floresta amazônica para outros estados e empresas no país. A informação foi divulgada pela jornalista Bela Megale, em coluna do jornal O Globo. 

Assim como existe o crédito de carbono pago por países e empresas poluentes, o projeto visa cobrar créditos de chuvas para os estados e empresas que consomem muita água. A ideia já foi discutida entre empresários, despertando interesse de produtores de bebidas e do agronegócio, de estados brasileiros e também de fora do país, segundo a reportagem. 

Uma resolução sobre o assunto deve ser discutida em novembro com inclusão do crédito das chuvas na regulamentação da lei de serviços ambientais. Caso a ideia vingue, o Estado espera obter um lucro de R$ 10 bilhões dentro de cinco anos. 

“A gente precisa ter um tipo de compensação por esse benefício que o Estado provem para Centro-oeste, Sul e Sudeste, porque as chuvas que são levadas para essas regiões são resultados da conservação da Floresta Amazônica. Precisamos encontrar algum tipo de compensação para essas pessoas que moram na floresta”, declarou Wilson Lima para a jornalista Bela Megale, de O Globo.