Falta de higiene provoca fechamento de restaurante do ICHL

Por

30/06/2014 17h47 — em Amazonas

Considerando o laudo técnico resultante da vistoria realizada no último dia 27 de junho, que constatou reincidência nas não-adequações às regras estipuladas pelo SIASS e pela Pró-Reitoria de Assuntos de Assuntos Comunitários (Procomun) no que se refere à higiene tanto na manipulação quanto no armazenamento de alimentos, a Reitoria da Universidade Federal do Amazonas resolveu interditar a cantina do Instituto de Ciências Humanas e Letras - ICHL - (setor Norte do Campus Universitário Arthur Virgílio Filho).

A atividade de interdição foi executada pela Diretoria Executiva da Universidade, pela diretoria do SIASS e pela Prefeitura do Campus Universitário na manhã desta segunda-feira (30). Entre as irregularidades sanitárias encontradas estavam resfriamento inadequado dos alimentos e o armazenamento inadequado de produtos perecíveis.

Os responsáveis pela cantina do ICHL,notificados há dois meses, haviam se comprometido a realizar as adequações listadas pela Universidade, mas após a constatação da reincidência, realizou-se a interdição.

Para a Reitora, professora doutora Márcia Perales, os problemas sanitários apontados no relatório colocavam em risco a saúde da comunidade universitária: “A Universidade tem o dever de zelar pela saúde da comunidade universitária. Temos fiscais para monitorar a qualidade dos serviços oferecidos pelos Restaurantes Universitários e pelas cantinas. Se a fiscalização apontou a necessidade de interdição, então façamos o que é adequado para resguardar a saúde de todos. Também já  solicitei aos responsáveis pelo RU que dobrem as refeições neste período para atender à demanda universitária”, declarou a reitora.

Durante o período de interdição, apenas a comercialização de produtos industrializados como água, refrigerantes, sucos em caixinhas, pacotes de biscoitos e batatas será permitida.