Falso pastor purificava adolescentes pelo sexo

Por

20/02/2013 19h09 — em Amazonas

Gilmar de Jesus Assunção, que se passava por pastor evangélico, foi preso por  abusar  de adolescentes, que prometia purificar pelo sexo. O caso foi registrado no  município de Apuí, a 543 km de Manaus. Duas mulheres, de 18 e 14 anos, sofreram abuso,  mas a polícia suspeita que o número de vítimas seja maior.

O Delegado do 71º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Robson James dos Reis Silva, disse que o suposto missionário    foi preso após a mãe das vítimas denunciar o caso. Gilmar  confessou que se passava por missionário de uma igreja evangélica para aliciar as garotas e induzi-las a manterem relações sexuais com ele para supostamente serem purificadas. A polícia está investigando se o homem fez outras vítimas no local.

De acordo com o delegado, o suposto pastor já havia sido preso pelo mesmo crime em Sena Madureira, município do Acre, mas foi solto por falta de provas.

+ Amazonas