Compartilhe este texto

Cursos de informática em comunidades da Amazônia beneficiam 120 ribeirinhos

Por Portal do Holanda

27/05/2022 16h37 — em
Amazonas


Foto: Divulgação

Manaus/AM - Para promover a qualificação profissional e acesso ao mercado de trabalho em localidades afastadas de grandes centros urbanos, a Fundação Amazônia Sustentável (FAS), em parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e Americanas, promove cursos de informática em comunidades indígenas e ribeirinhas no interior da Amazônia.

Ao todo, 120 moradores de Unidades de Conservação (UCs) são beneficiados com as aulas. As atividades acontecem de forma remota e presencial em três Núcleos de Inovação e Educação para o Desenvolvimento Sustentável (Nieds): Núcleo Assy Manana, localizado em Manaus; Núcleo Agnello Bittencourt, no município de Iranduba; e Núcleo Márcio Ayres, na cidade de Uarini. As aulas são realizadas diariamente, com carga horária de 80 horas.

O supervisor dos núcleos da FAS, Rafael Sales, explica que o objetivo das formações é qualificar profissionalmente os moradores das áreas protegidas. “Sabemos que as pessoas que estão distantes de centros urbanos são prejudicadas pela falta de oportunidades. Assim, o objetivo é levar esses cursos para dentro dos Nieds, para empoderar e engajar os povos da floresta”, afirma o gestor.

O primeiro curso foi o de informática básica e a FAS deverá ainda realizar um módulo avançado do curso para os estudantes. Uma das alunas beneficiadas é a técnica de enfermagem, Neurilene Cruz da Silva, 38 anos, indígena do povo Kambeba e moradora da comunidade Três Unidos, localizada na Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Negro, a 60 quilômetros de Manaus e gerenciada pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado do Amazonas (Sema).

Neurilene afirma que as aulas vão beneficiá-la no âmbito profissional e pessoal. “O curso está me ajudando muito em relação ao conhecimento de informática, que eu não tinha. Acredito que vai me ajudar muito no meu trabalho, porque hoje em dia tudo o que fazemos envolve o uso da tecnologia. Então, saber utilizar um computador é essencial. Agradeço a oportunidade oferecida pela FAS, assim como a paciência dos professores que estão nos dando essa formação”, diz.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas