Siga o Portal do Holanda

Política Local

Crise no turismo do Amazonas é abordada na CMM

Publicado

em

OPERAÇÃO SANGRIA: justificativa da PGR para prorrogar prisão de acusados


Preocupada com os rumos do setor turístico do Amazonas, a vereadora Jacqueline Pinheiro (PHS) fez alerta no plenário sobre a crise que o setor está enfrentando. Segundo ela, há uma previsão de fechamento de quatro hotéis no primeiro semestre deste ano e vários voos diretos de Manaus para outros Estados já foram cancelados pelas companhias aéreas.

Jacqueline afirmou que os empresários de turismo estão agonizando e pedem políticas de incentivo fiscal, divulgação correta, captação de eventos, infraestrutura urbana de qualidade, elaboração de planos de turismo e marketing para o Estado e para a cidade de Manaus, entre outras demandas. “O turismo precisa ser tratado como política pública permanente, pois é uma atividade que demanda muita mão de obra, pelo fato de estar no setor terciário, gerando empregos diretos, induzidos e indiretos, consequentemente, gerando distribuição de renda. No entanto, estamos vivendo uma crise que está afetando todos os setores”, afirmou.
A vereadora citou o artigo “Desafios do Turismo no Amazonas”, do professor Mário Petrocchi, que teve como base a pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), um estudo de demanda turística nacional de 2012, encomendada pelo Ministério do Turismo. Nessa pesquisa, consta que os gastos com viagens dos amazonenses superaram em 46,2% as receitas dos turistas no Estado, no que tange ao mercado nacional. Na época, o Amazonas ocupava a 21º posição na recepção de turistas entre as Unidades da Federação, ou seja, recebeu 707 mil turistas.

Em 2011, conforme a parlamentar, o Amazonas registrou índice receptivo de 20 turistas por habitante, que é inferior aos índices do Acre (23,7), da média nacional (30,6), do Tocantins (33,6) e de Roraima (38,4). De acordo com Jacqueline, a taxa de ocupação dos hotéis da cidade de Manaus foi de 25% no ano de 2015. Ela lembrou ainda que perdemos, recentemente, o voo de Lisboa da Tap para Belém por causa da isenção de ICMS que não demos e os voos diretos para Fortaleza, Rio de Janeiro e Boa Vista.

Foto: Tiago Corrêa/CMM

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.