Compartilhe este texto

Caso Djidja: Polícia flagrou coach aplicando Potenay, substância usada em cavalos

Por Portal Do Holanda

07/06/2024 20h05 — em
Amazonas


Foto: Jander Robson / Portal do Holanda

Manaus/AM - O coach Hatus Oliveira foi flagrado pela polícia aplicando Potenay (medicação para animais de grande porte como boi e cavalo) no momento em que foi preso nesta sexta-feira (7), segundo o advogado que o representa, Mozarth Bessa. Hatus é investigado no caso da morte da ex-sinhazinha Djidja Cardoso. 

A investigação trouxe à tona uma seita denominada “Pai, Mãe, Vida”, em que o irmão e a mãe da ex-sinhazinha, Ademar e Cleusimar Cardoso, são suspeitos de usarem Ketamina (cetamina) durante rituais. A suspeita é que Djidja tenha morrido durante um ritual com uso da droga, no entanto, novos exames devem confirmar a causa da morte. 

Hatus é investigado por supostamente ter apresentado a droga à família, como forma de melhorar o condicionamento físico. “Ele foi preso na casa dele, foram lá fazer a busca e apreensão, e no momento em que chegaram lá ele estava se aplicando, e aplicando em outras pessoas”, disse Mozarth Bessa. 

O coach teve a prisão preventiva decretada após a polícia encontrar inconsistências entre o depoimento dele e um conteúdo encontrado em aparelhos celulares da família Cardoso. “Após o trabalho da perícia, o delegado encontrou alguns posicionamentos, frases, inclusive, uma frase que me vem à cabeça em um diálogo entre eles é: ‘eu viciei toda Manaus’. É bem preocupante isso”, explicou. 

“Hatus é uma pessoa viciada, ele foi pego hoje fazendo uso de Potenay, ele tava aplicando em outras pessoas na hora que a autoridade policial chegou, então ele estava em um momento complicado”, acrescentou.

O investigado vai passar por audiência de custódia neste sábado (8).

Veja mais

Ex-namorado de Djidja e coach são presos em Manaus

Caso Djidja: funcionários são presos suspeitos de dar fim em provas após busca e apreensão na Clínica Maxvet

Novos exames devem revelar se Djidja morreu por uso de Ketamina, diz polícia

Salão de Djidja tem registro de atividade veterinária que pode ter facilitado compra de droga

Polícia vai divulgar novas informações sobre caso Djidja e morte de idosa nesta sexta-feira

Maquiadora fala sobre envolvimento com família de Djidja: 'não existe seita'

Defesa revela motivo do ex-namorado ter abandonado carro de Djidja

BO de pai de vítima deu início às investigações sobre seita antes da morte de Djidja

Veterinário suspeito de vender ketamina à família de Djidja pode ter registro cassado, diz CRMV

Maquiadora de Djidja ficará em prisão domiciliar; saiba motivo

Revelado quem abandonou carro de Djidja Cardoso 1 dia após sua morte em Manaus

Caso Djidja: Personal não tem formação para atuar na profissão, diz Apefam

Advogada da família Cardoso diz que sabia que o carro de Djidja estava abandonado em Manaus

Caso Djidja: Representantes do MAPA prestam informações sobre distribuição de ketamina

Personal diz que presenciou reunião de seita de Djidja e que se assustou ao ver estado da família


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas