Compartilhe este texto

'Boi de Rua' arrasta multidão do Caprichoso pelas ruas de Parintins

Por Portal Do Holanda

23/06/2024 19h57 — em
Amazonas


Foto: Divulgação

Manaus/AM - O Boi de Rua, festejo tradicional que reúne a torcida do Boi Caprichoso,  aconteceu no final da tarde de sábado (22) se estendendo noite adentro. Moradores da rua Sá Peixoto, local de concentração da galera Azul e Braco, marcaram o território com bandeiras e enfeites que remetem à história do Touro Negro, dando continuidade a uma tradição que iniciou nos anos 80. 

A celebração antecede a disputa dos bumbás na arena do Bumbódromo, nos dias 28, 29 e 30 de junho do 57º Festival de Parintins, a maior manifestação cultural do país, promovida pelo Governo do Amazonas.

Como um legítimo parintinense do elenco azulado, o tripa do Caprichoso, Alexandre Azevedo, lembra que a brincadeira de boi de rua é um resgate da infância. “O Boi Caprichoso começou fazendo só esse percurso na rua, depois se transformou nessa magnitude que tem. O Caprichoso preserva a tradição e todo ano sai e passa na frente da casa dos seus torcedores, que não podem ir até o curral.”, disse Azevedo. 

Ainda na concentração, o Boi Caprichoso visitou a casa dos torcedores que acompanharam o nascimento da agremiação, como o primeiro presidente do Azul e Branco, Acinelcio Vieira, 83, e Julia Portilho, 93, mãe de J. Carlos Portilho, um dos compositores mais importantes do Caprichoso, falecido em 2021. 

A nova geração da torcida azulada também se fez presente. Giuilia Viana, 20, declara que o seu amor pelo boi é de família, uma herança que pretende deixar para a filha Alice, de dois anos.

Toadeiros e torcedores seguiram a Sá Peixoto até a avenida Amazonas, de onde saiu o trio com elenco bovino do boi da Francesa, itens oficiais e a multidão no chão, ao som das toadas embaladas pela Marujada de Guerra. O percurso seguiu pelas ruas, encerrando no Bumbódromo de Parintins, palco das próximas apresentações do bumbá. 


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas