Amazonas tem mais de 313 mil acessos de TV paga

Por Portal do Holanda

05/12/2014 15h48 — em Amazonas

O Brasil fechou outubro de 2014 com 19,65 milhões de acessos de TV paga. No mês, de cada cem domicílios, 29,98 possuíam o serviço, segundo o indicador "Densidade dos Serviços de TV por Assinatura", que é a relação percentual entre o número de assinaturas e o número de domicílios estimado a partir dos dados publicados pelo IBGE, em sua Síntese de Indicadores Sociais1.

O Amazonas, com 313.649 acessos no mês de outubro é o 5º maior em densidade do serviço de TV paga, ficando atrás de Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio grande do Sul, respectivamente.

Veja abaixo o número de assinantes e a densidade dos serviços de TV por assinatura em outubro de 2014, por Unidade da Federação e por Região.

Tecnologia

Os serviços de TV por assinatura são prestados com a utilização de diferentes tecnologias: por meios físicos confinados (Serviço de TV a Cabo - TVC e Fiber to the Home - FTTH), mediante utilização do espectro radioelétrico em micro-ondas (Serviço de Distribuição de Sinais Multiponto Multicanal - MMDS) e na faixa de UHF (Serviço Especial de Televisão por Assinatura - TVA), e ainda por satélite (Serviço de Distribuição de Sinais de Televisão e de Áudio por Assinatura Via Satélite - DTH).

Veja abaixo a distribuição da base de assinantes por tecnologia, em que se destaca a participação majoritária da tecnologia via satélite.

Grupos econômicos

Os grupos econômicos são compostos por operadoras que atuam em diversas áreas, com várias tecnologias.

Veja abaixo a distribuição da base de assinantes do Brasil por grupos econômicos.

A Agência disponibiliza informações sobre acessos de TV por Assinatura na aba Anatel Dados em seu portal na internet. Os relatórios publicados refletem os dados disponíveis em 5 de dezembro de 2014 e podem sofrer alterações.

1 A partir de janeiro de 2014, a densidade está sendo calculada com a revisão 2013 da projeção mensal da população realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - Síntese de Indicadores Sociais - 2012, também do IBGE.