Festival Amazonas de Ópera será realizado em junho; Confira datas

Por Portal do Holanda

12/05/2021 15h09 — em Agenda Cultural

Festival Amazonas de Ópera - Foto: Michael Dantas/Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Manaus/AM - A 23ª edição do Festival Amazonas de Ópera (FAO) será realizada de 6 a 20 de junho, com óperas e concertos gravados, recitais transmitidos ao vivo, webinars e masterclasses on-line, entre outras atrações.

Adiado por conta da pandemia de Covid-19 em 2020, o FAO conta com uma produção inovadora e será totalmente dedicado a compositores e intérpretes brasileiros, com três estreias em sua programação.

A programação será transmitida por meio do Facebook e Youtube da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (culturadoam), e também pelo canal do Youtube do FAO (festivalamazonasdeoperafao).

Óperas – O FAO 2021 terá três estreias: “Três Minutos de Sol”, de Leonardo Martinelli; “O Corvo”, de Eduardo Frigatti; e “Moto-contínuo”, de Piero Schlochauer. Todas encomendadas especialmente para o Festival.

”Três Minutos de Sol”, de Leonardo Martinelli, abrirá a programação no dia 6 de junho, às 19h (horário de Manaus). Ópera de câmara, com libreto de João Luiz Sampaio, aborda os relacionamentos em tempo de pandemia. Narra a história de três pessoas que estão em lugares diferentes, cada uma em sua casa, que convivem e se relacionam por meio das mídias sociais. O nome da ópera faz referência ao tempo em que uma dessas pessoas fica perto da janela esperando o sol bater diariamente por apenas três minutos.

Obra de Eduardo Frigatti, “O Corvo” será apresentada no dia 13 de junho, às 19h. Baseada no poema de Edgar Allan Poe, traduzido por Machado de Assis, a ópera será uma ilustração de 20 minutos que narra a visita perturbante de um corvo a um homem que acaba de perder sua amada, e que vê a ave como uma mensageira sobrenatural.

Já “Moto-contínuo”, de Piero Schlochauer, encerrará o festival no dia 20 de junho, às 19h. Com libreto de Beatriz Porto, Isabela Pretti e Piero Schlochauer, a obra conta a história de uma inventora que recebe um pedido para construir um moto-contínuo que leve um homem viajante ao espaço.

Recitais e concertos – Os recitais serão apresentados em transmissões ao vivo do Teatro Amazonas, nos dias 7, 9, 10, 16 e 17 de junho, às 20h. No repertório estarão canções de Carlos Gomes, Ronaldo Miranda, João Guilherme Ripper, Chiquinha Gonzaga, Almeida Prado, Ernani Aguiar, Osvaldo Lacerda e Francisco Mignone.

O programa também terá canções amazonenses, com temáticas ou compositores regionais como Waldemar Henrique, Lindalva Cruz, Adroaldo Cauduro, Ronaldo Barbosa, Ketlen Nascimento, Celdo Braga, Osmar Oliveira, Candinho, Altino Pimenta, Claudio Santoro, Pedro Amorim e Arnaldo Rebelo.

Os concertos, que são gravados com produções em Manaus e São Paulo, serão exibidos nos dias 11, 12, 14, 15, 18 e 19 de junho, também às 20h, com obras de Fernando Riederer, Laiana Oliveira, Tatiana Catanzaro, Vinicius Giusti, Paulina Luciuk e Willian Lentz.

Webinars e masterclasses – O FAO também terá ações educativas e formativas com a realização de webinars e masterclasses on-line. As webinars acontecerão no dias 6, 8 e 12 junho, com os temas “A ópera hoje, no Brasil e no Mundo”, “Teatros de Ópera e a Economia Criativa no Brasil e na América Latina” e “ A profissão do compositor erudito no Brasil: formação, divulgação, interesse, futuro”.

As masterclasses serão realizadas entre 16 e 18 de junho, com os temas “Novas linguagens, streaming – até que ponto ajuda ou prejudica a ópera” e “A arte do canto na ópera contemporânea – especialização?”.

Em breve, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa divulgará as datas para inscrição.

Raio-X da ópera – A programação contará ainda com uma série de vídeos dedicada a explicar as profissões artísticas e técnicas da ópera para crianças e adolescentes.

Confira a programação:

Óperas (19h Manaus / 20h Brasília)

6 de junho
“Três Minutos de Sol”
Ópera de Leonardo Martinelli / libreto de João Luiz Sampaio
Amazonas Filarmônica

13 de junho
“O Corvo”
Ópera de Eduardo Frigatti / inspirada no conto de Edgar Allan Poe
Coral Do Amazonas e Amazonas Filarmônica

20 de junho
“Moto-Contínuo”
Ópera de Piero Schlochauer / libretto de Beatriz Porto, Isabela Pretti e Piero Schlochauer
Amazonas Filarmônica

Concertos (20h Manaus/ 21h Brasília)

11 de junho
“Duas Flores”
de Fernando Riederer

12 de junho
“Vox Populi e Vírus Verbal em Quatro Miniaturas”
de Laiana Oliveira

14 de junho
“Sans Rien Dire e Spaziergang”
de Tatiana Catanzaro

15 de junho
“Dire è Fare”
de Vinicius Giust

18 de junho
“Ária dos olhos”
de Paulina Łuciuk, poema de Alphonsus de Guimarães

19 de junho
“A Máquina Entreaberta”
de Willian Lentz

Recitais de canto e piano (20h Manaus / 21h Brasília)

7 de junho
Canções de Almeida Prado - Francisco Mignone - Ronaldo Miranda
Dhijana Nobre, soprano
Joubert Júnior, barítono

9 de junho
Canções de Almeida Prado - Ernani Aguiar - João Guilherme Ripper - Osvaldo Lacerda - Ronaldo Miranda
Carol Martins, soprano
Thalita Azevedo, mezzo-soprano
Enrique Bravo, tenor

10 de junho
Canções de Chiquinha Gonzaga
Mirian Abad, soprano
Marinete Negrão, mezzo-soprano
Jefferson Nogueira, tenor
Joubert Júnior, barítono
Roberto Paulo, baixo

16 de junho
Canções de Carlos Gomes
Raquel de Queiroz, soprano
Aurean Elessondres, mezzo-soprano
Juremir Vieira, tenor
Luiz Carlos Lopes, baixo-barítono
Emanuel Conde, baixo

17 de junho
Canções Amazonenses
Carol Martins, soprano
Samanta Costa, mezzo-soprano
Wilken Silveira, tenor
Miquéias William, tenor
Josenor Rocha, barítono
Roberto Paulo, baixo

Webinars

6 de junho (20h Manaus / 21h Brasília)
"A ópera hoje, no Brasil e no Mundo"

8 de junho, (16h Manaus / 17h Brasília)
"Teatros de Ópera e a Economia Criativa no Brasil e na América Latina"

12 de junho, (16h Manaus / 17h Brasília)
"A Profissão do compositor erudito no Brasil: formação, divulgação, interesse, futuro"

Masterclasses (16h Manaus / 17h Brasília)

16 de junho
“Composição de Ópera: Novas linguagens, streaming – até que ponto ajuda ou prejudica a ópera”

18 de junho
“A arte do canto na ópera contemporânea – especialização?”
 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Agenda Cultural