Publicidade

O  tempo necessário para retirar das águas do Rio Negro qualquer substância química proveniente de acidentes e situações de emergência sem prejudicar o equilíbrio ambiental ou afetar a saúde dos seres vivos é de 10 minutos. O tempo foi estipulado na desta segunda-feira em exercício realizado por   médicos e especialistas de diversas áreas do Grupo Chibatão, que simularam os procedimentos a serem executados caso uma situação semelhante ocorra em seu terminal portuário.


Para dar maior veracidade a simulação, meia tonelada de pipoca foi espalhada sobre a água em uma área igual a dois campos de futebol oficiais, como forma de demonstrar a influência da correnteza fluvial em situações similares, além da urgência e preparação adequada para evitar que a dispersão do material no rio.

“Todos os procedimentos executados assim como o tempo total de resposta estão de acordo e previstos na Norma Regulamentadora 3.214, do Ministério do Trabalho, que normatiza as atividades de segurança nas operações portuárias”, explicou o engenheiro ambiental do Grupo Chibatão e coordenador da atividade, Marcos Aurélio Melo.

NULL


assuntos Manaus  

Quer anunciar?

Clique aqui e solicite nosso Mediakit.

Você pode também conferir o certificado de auditoria
clicando no botão abaixo.

Portal do Holanda é auditado pelo IVC