Siga o Portal do Holanda

Crime organizado infiltrado na política

Publicado

em

Que o crime organizado está infiltrado na política alguns sabiam e todo mundo suspeitava. Mas em 2017 o TSE confirmou em relatório à agência Abin e à Polícia Federal. E neste domingo o site Intercep divulgou que a Lava Jato sabia, mas Moro já indicado ministro foi leniente e não agiu.

O motivo é que um dos esquemas envolve o senador Flávio Bolsonaro em ligações com as poderosas milícias do Rio, além de um esquema de corrupção em seu gabinete na Alerj.

A divulgação de chats secretos entre os procuradores Deltan Dallagnol e Carlos Fernando Lima tratando do filho do presidente Bolsonaro e da leniência de Moro, merecem uma reflexão.

A de que hoje, o país e o povo não estão mais nas mãos de partidos ou de líderes políticos, mas sob a tutela de um ‘sistema’ de facções organizadas que agem em benefício próprio.

Os ‘esquemas sombrios’ atuam de tal forma que o povo nem percebe que as disputas não são mais decididas no voto, e que a urna é um instrumento obsoleto ante o poder contaminado.

O ‘temor’ dos procuradores de que Moro, na Justiça, não prosseguiria o processo contra Flávio Bolsonaro, revela um fato mais preocupante ainda: se a própria Justiça não confia em sí, em quem vamos nós confiar?

+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.