Siga o Portal do Holanda

Acusada de apropriação cultural

Anitta rebate críticas após divulgar vídeo: 'ficou negra pro clipe?'

Publicado

em

Foto: Reprodução/Instagram

Anitta não ficou quieta nesta quarta-feira (10) ao se tornar alvo de internautas que a acusaram de apropriação cultural, após a divulgação do teaser do seu novo clipe, "Muito Calor", em parceria com o porto-riquenho Ozuna.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Hugo Gloss (@hugogloss) em

Nas imagens publicadas no Instagram de Hugo Gloss, a cantora aparece com cabelos cacheados e pele mais bronzeada, na laje de uma casa na favela.

Com isso, a cantora foi bem criticada por supostamente se apropriar da cultura negra - essa não é a primeira vez que a cantora enfrenta o tipo de polêmica. “Negra legítima, Wakanda está em festa“, debochou um internauta. “Ih ó, ficou negra de novo. Anira nem esconde que todo clipe em favela ela tem que se apropriar. Sinceramente, é ridículo. Todos os clipes são iguais, esse looping começou em ‘Vai malandra’ e até hoje parecem todos a mesma coisa“, escreveu outra.

Com a repercussão, Anitta resolveu se pronunciar via redes sociais, mostrando uma foto da sua infância, com os cabelos encaracolados: “Meu Deus. Que loucura! 1. “Onda diferente” é um hit. O clipe foi gravado em Los Angeles. Cantado em português. Tem feat brasileiro e feat gringo importantíssimo. Estão começando a ouvir fora do Brasil mesmo sendo em português“ e “2. O único videoclipe MEU gravado em uma favela se chama “Vai Malandra”. Os demais são clipes onde eu fui CONVIDADA como feat assim como esse. 3. O clipe mostra diversos pontos do Rio de Janeiro que o diretor gostou. Dentre eles: escadas da Lapa, pão de açúcar, Cristo, praias etc… 4. Quando eu era criança meu cabelo era mais enrolado que esse do vídeo. Eu que meti produto na adolescência e ele mudou pra sempre. 5. Vocês nunca estão satisfeitos“.

 

  • Foto: Reprodução / Instagram

  • Foto: Reprodução / Instagram

Sobre a mulher que se jogou da ponte Rio Negro

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.