Siga o Portal do Holanda

Variedades

Suplicy propõe concurso de obras de arte que abordem violência contra a mulher

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O vereador paulistano Eduardo Suplicy (PT) propôs nesta segunda-feira (9) a criação de um concurso público de obras de arte que alertem para a questão da violência contra a mulher. A proposta foi entregue ao prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB). 

Reportagem da Folha de S.Paulo mostrou que o Brasil registra um caso de agressão a mulher a cada quatro minutos por um homem. Em 2018, foram registrados mais de 145 mil casos de violência em que vítimas sobreviveram, segundo dados do Ministério da Saúde. 

As obras devem questionar a condição da mulher e a sua vivência na cidade como "um corpo alvo de opressões e violências nas suas mais variadas formas."

O objetivo, diz o vereador no texto, é "despertar a curiosidade crítica e a conscientização sobre o tema", importante porque "é pouco abordado e visto com preconceito e/ou culpabilização da vítima, o que acaba por contribuir com a subnotificação dos casos." 

Também pretende promover o trabalho de artistas plásticas. O vereador escreve que o "apagamento de representações femininas em todas as esferas públicas se perpetua como uma forma de violência também."

A ideia é que a obra vencedora (ou as obras vencedoras) seja colocada em um "ponto estratégico e de grande visibilidade" na capital paulista. Ele sugere que seja um lugar com grandes índices de violência contra a mulher. 

Outra reportagem da Folha mostrou que o Capão Redondo (extremo sul da cidade) lidera o ranking de violência contra a mulher em São Paulo, segundo registros de atendimentos acionados pelo 190.

O vereador sugere que o júri seja composto por pessoas com notório saber técnico e intelectual. E que seja feita uma parceria com algum órgão cultural para realizar a iniciativa.

Agenda oculta de Bolsonaro: acabar com a Zona Franca de Manaus

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.