.
Siga o Portal do Holanda

Ciência

SpaceX conclui último teste antes de lançar astronautas ao espaço

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A SpaceX conduziu neste domingo (19) um teste bem-sucedido de aborto de lançamento para sua cápsula Crew Dragon -a última etapa antes que a empresa possa lançar astronautas à Estação Espacial Internacional, como parte do Programa Comercial de Tripulação da Nasa, a agência espacial americana.

O voo originalmente era para ter acontecido no sábado, mas foi adiado por conta de excesso de ventos e ondas muito altas na costa do Centro Espacial Kennedy, na Flórida. Mesmo neste domingo foi preciso esperar cerca de duas horas e meia para encontrar as condições ideais do voo de teste, que envolveria a ejeção da cápsula após a simulação de um problema com o primeiro estágio do foguete Falcon 9.

A decolagem aconteceu às 12h30 (10h30 na Flórida), a partir da plataforma 39A (sítio histórico de onde partiram quase todas as missões Apollo à Lua e, mais tarde, os ônibus espaciais da Nasa). O foguete atingiu uma altitude de cerca de 20 km quando o sistema de ejeção entrou em ação, pouco depois da passagem pelo momento de máximo estresse aerodinâmico.

Tudo pareceu funcionar perfeitamente. A Crew Dragon usou seus motores Superdraco para se afastar do foguete, o que foi seguido pela ejeção de seu compartimento de carga, reorientação da cápsula para reentrada na atmosfera, e descida, freada por dois paraquedas pilotos, seguidos por quatro paraquedas principais. A cápsula tocou a superfície do oceano 9 minutos após o lançamento, às 12h39, a uma modesta velocidade de menos de 10 km/h.

Os dados de telemetria ainda serão escrutinizados, bem como o estado da cápsula recuperada no oceano, mas tudo ocorreu conforme a expectativa (inclusive a destruição do Falcon 9 após o desligamento de seus motores, como previsto na simulação), o que coloca a SpaceX a apenas um passo de lançar astronautas ao espaço. Será a primeira vez que tripulantes voarão do solo americano para a Estação Espacial Internacional desde 2011, quando ocorreu a última missão dos ônibus espaciais.

Na coletiva após o teste, Elon Musk, dono e projetista-chefe da SpaceX, declarou que cápsula e foguete para o primeiro voo tripulado devem estar prontos e entregues na Flórida entre o fim de fevereiro e o começo de março. Espera-se que a missão possa decolar no segundo trimestre de 2020, mas isso ainda pende por uma decisão da Nasa, que poderá converter o voo de curta para longa duração, a fim de manter a estação adequadamente tripulada nos próximos meses.

Segundo Jim Bridenstine, administrador da Nasa, o plano atual é um voo de curta duração. Caso seja exercida a opção de estender o voo, os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley precisarão passar por treinamentos adicionais nos próximos meses.

De toda forma, os EUA nunca estiveram tão próximos de restaurar sua capacidade de levar astronautas ao espaço por meios próprios. E a ideia da Nasa, com o programa comercial, é que ela seja apenas um dos clientes da SpaceX (e da Boeing, que também está desenvolvendo uma cápsula para voos espaciais comerciais), expandindo o acesso e a comercialização da baixa órbita terrestre.




Monte Horebe vira barril de pólvora para o governo

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.