Restrições de funcionamento deixam pontos boêmios de SP desertos no sábado à noite

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

06/03/2021 22h33 — em Variedades

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A chuva, o friozinho e as novas restrições de funcionamento do comércio impostas pelo governo paulista transforam alguns dos principais pontos boêmios de São Paulo em locais praticamente desertos. As sempre movimentadas ruas da Vida Madalena e rua Augusta, ambas na zona oeste da capital, por exemplo, estavam irreconhecíveis na noite deste sábado (6).

Não havia movimento nem de carros nem de pessoas. O pouco movimento era de motos de serviços de entrega de produtos e comida.

Dos poucos bares e restaures que decidiram abrir, os proprietários montaram verdadeiras barreiras para impedir o acesso de clientes, alguns com as mesas dos próprios estabelecimentos, ou com banners gigante informando o funcionamento apenas do serviço de entregas.

A maioria dos estabelecimentos, porém, em especial na região da Vila Madalena, preferiu nem abrir as portas neste sábado.

A Folha percorreu corredores de bares e restaurantes nas zonas central, oeste e sul por mais de três horas e não encontrou nenhum estabelecimento servindo clientes em mesas ou comércios não-essenciais.

Boa parte dos comércios que estava com as portas abertas neste sábado, em especial na região da Paulista, estavam vazios. Podiam, por lei, funcionar, mas os clientes não apareceram.

Dos poucos desrespeitos percebidos pela reportagem, apenas alguns guardas municipais da base da praça Roosevelt, no finalzinho da Augusta, que estavam sem máscaras de proteção e muito próximos um dos outros.

Outro mal exemplo era uma pequena aglomeração de pessoas no vão do Masp, boa parte delas também sem máscara.

Já na madrugada de sábado, bares e baladas clandestinas foram autuados na capital.

Segundo a Vigilância Sanitária Estadual, uma festa clandestina na zona leste, e ao menos 43 estabelecimentos foram autuados por descumprimento das normas da fase vermelha. De acordo com o plano, restaurantes só podem funcionar com venda por delivery, sem consumo no local.

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Variedades