Compartilhe este texto

Prefeito diz não ver contrassenso em show de R$ 165 mil para 1 ano de tragédia em São Sebastião

Por Folha de São Paulo

19/02/2024 16h00 — em
Variedades



SÃO SEBASTIÃO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Sebastião (SP), Felipe Augusto (PSDB), disse não ver contrassenso em gastar R$ 165 mil em shows nesta segunda-feira (19), com plateia praticamente esvaziada, para marcar um ano da tragédia que deixou 64 mortos na cidade do litoral norte de São Paulo. O evento contou com a presença do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) e autoridades locais e estaduais.

"Não houve contrassenso nenhum, pelo contrário. A cidade viveu o melhor Réveillon e o melhor Carnaval da história", disse o prefeito à reportagem. "Festa para todos os lados. Hoje é o dia de celebrar a vida. Temos que homenagear os nossos mortos, as pessoas que infelizmente perderam a vida e as famílias sempre. Mas nós temos que celebrar a vida. E Deus traz essa mensagem: após a dor, vem a alegria", declarou.

A cerimônia marcou a entrega de 518 residências que são voltadas às famílias afetadas pelas chuvas extremas. Os apartamentos da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) estão instalados no bairro Baleia Verde, na costa sul da cidade.

Após a solenidade, houve dois shows contratados pela prefeitura de São Sebastião. Subiram ao palco a cantora Fernanda Costa, no valor de R$ 45 mil; e a dupla sertaneja Henrique e Diego, que custaram R$ 120 mil aos cofres públicos.

"Traga sua família e amigos para o Show da Reconstrução", publicou a prefeitura nas redes sociais. Também houve a distribuição de churrasco e outras comidas no local.

Em seu discurso, o governador não citou a realização dos shows e falou da entrega das casas.

"Vamos trabalhar para que quem perdeu tudo, possa ter tudo de volta. Vamos começar de novo e tornar São Sebastião uma cidade melhor. Aprendemos a gostar de São Sebastião, das pessoas de São Sebastião. Estava ansioso para entregar essa obra. Essa é a mais importante, a que significa mais. Vamos começar de novo", disse Tarcísio.

Na imagem de divulgação do show, publicada pela prefeitura, há a logomarca do governo estadual, mas não houve confirmação da assessoria de imprensa do estado sobre eventual apoio.

Os artistas foram contratados com verba da Secretaria de Turismo, embora o evento não tenha nenhuma relação com o fomento dessa área.

A realização do show provocou reações nas redes sociais. "Comemorar o quê? A morte de mais de 60 pessoas porque o prefeito —que agora quer lucrar com a tragédia— deixou de fazer o que devia?", questionou Eduardo Magossi.

"Quanta ignorância fazer barulho onde o silêncio é símbolo de respeito. Respeito as vitimas, aos familiares que perderam seus entes, amigos… A população que hoje [a maioria] sofre de estresse pós traumático. Vocês erraram, e erraram feio", afirmou Julia Tavares.

ENTREGA DE CASAS

O governo paulista informou que colocou à disposição todos os recursos do Programa Casa Paulista para acelerar o processo de execução das casas.

Foram investidos mais de R$ 210 milhões em habitação em São Sebastião, segundo o governo.

As obras das unidades de moradia para os afetados pela tragédia começaram no dia 24 de março de 2023. No bairro Baleia Verde, já foram edificadas 518 novas moradias, em terreno com 39,3 mil m². Outros 186 apartamentos também já foram entregues em Maresias, no dia 3 de fevereiro.

Na madrugada de 19 de fevereiro de 2023, mais de 600 milímetros de chuva desabaram sobre a cidade. O maior volume já registrado em uma única precipitação no país dissolveu encostas na Serra do Mar que caíram sobre estradas e casas, deixando muitos desabrigados.

Como reportagem da Folha mostrou, um ano depois do episódio, a resposta do poder público à crise, apesar de bilionária, acumula atrasos, recuos e desacertos quanto a oferta de moradia, desocupação de locais sujeitos aos efeitos de eventos climáticos extremos e conclusão de obras preventivas.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades