Prefeito de Florianópolis pede desculpas por viagem a Cancún em meio a alta de casos de Covid

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

01/03/2021 18h34 — em Variedades

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), pediu desculpas por ter viajado para Cancún (México) em férias em meio à alta de casos de Covid-19 na cidade.

Ele passou aproximadamente nove dias na cidade mexicana, enquanto a capital de Santa Catarina enfrentava lotação de UTIs. A alta na contaminação é atribuída a novas cepas do novo coronavírus.

Em texto divulgado em suas redes sociais no domingo (1º), Loureiro disse que planejou a viagem quando os casos estavam em queda.

"Como sabem, estive afastado durante os últimos dias, num descanso planejado há tempos. Imaginava que, nessa altura, estaríamos com uma situação estável na cidade, com a vacinação acontecendo e os números melhorando. As circunstâncias mostraram que eu estava errado", escreveu ele.

Ele afirmou que a viagem com a família foi planejada porque "precisava muito parar".

"Depois de um ano tão difícil para todos, senti que precisava muito parar, mesmo que por poucos dias, e lembrar que, como todos seres humanos, temos limites. Infelizmente, a situação no nosso estado se agravou numa velocidade inimaginável, fato que exigia minha presença com urgência", afirmou o prefeito.

Loureiro declarou que decidiu retornar já no início da semana passada, mas teve de aguardar teste PCR exigido para embarcar. Ele também alegou dificuldades para reagendar o voo de volta. Ele retornou no sábado (27) --estava viajando ao menos desde o dia 18.

"Acreditei que realizando reuniões diárias com toda nossa equipe de saúde, com o governo do estado e prefeitos da região de maneira virtual poderia suprir minha ausência presencial. Na verdade isso não foi suficiente num momento crítico. Reconheço que não deveria ter me ausentado. Por isso, peço sinceras desculpas à cidade", disse ele.

O governo de Santa Catarina determinou na semana passada medidas de restrição a fim de reduzir a circulação do vírus.

Casas noturnas e de espetáculo foram fechadas e a comercialização e consumo de bebidas alcoólicas em postos de combustíveis está proibida entre 0h e 6h. No transporte coletivo, a ocupação foi limitada a 50%.

Parques, cinemas, teatros, museus e zoológicos podem funcionar com 25% da capacidade. Há também limites de ocupação e de horário em eventos sociais, bares, restaurantes, shoppings e academias.

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Variedades