Compartilhe este texto

Pauta LGBTQIA+ perde espaço com desistência de Doria, diz núcleo tucano

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

23/05/2022 18h35 — em
Variedades



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O secretariado paulista Diversidade Tucana, núcleo do PSDB dedicado às pautas LGBTQIA+, afirmou que o segmento perde espaço e o direito de ter um candidato que representa a sua causa com a desistência de João Doria (PSDB) da corrida pelo Planalto.

Em nota elaborada nesta segunda-feira (23), o grupo afirma que respeita, mas lamenta profundamente a decisão tomada pelo ex-governador.

"Entendemos que ele seria um grande representante do nosso núcleo político na instituição de políticas públicas que garantiriam direitos à comunidade LGBTQIA+ de âmbito nacional", afirma o texto.

O secretariado exalta trabalhos feitos na gestão de Doria, como a ampliação do Museu da Diversidade Sexual—hoje fechado após decisão judicial—, além da criação da Delegacia Online da Diversidade e do Procon Diversidade.

O presidente do Diversidade Tucana de São Paulo, Ivan Santos, afirma à reportagem que foi pego de surpresa com o anúncio da desistência nesta terça.

"A gente está meio triste mesmo. É como se fechassem uma porta. O governo [Doria] sempre trabalhou na transversalidade, criando políticas não só para LGBTQIA+, mas para mulheres, para a população negra e para a juventude", diz Santos.

"Não desmerecendo os outros governadores [do PSDB em São Paulo], claro, mas nunca se teve um avanço muito grande em tão pouco tempo", continua.

O ex-governador de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (23) que desiste de sua pré-candidatura ao Palácio do Planalto, cedendo a pressões da cúpula do seu partido, que pretende anunciar apoio à senadora Simone Tebet (MDB-MS) e consolidar uma candidatura única da chamada terceira via.

"Me retiro da disputa com o coração ferido, mas com a alma leve. Saio com sentimento de gratidão e a certeza de que tudo o que fiz foi em benefício de um ideal coletivo, em favor dos paulistanos, dos paulistas e dos brasileiros", disse em seu discurso.

"Hoje, serenamente, entendo que não sou a escolha da cúpula do PSDB. Aceito esta realidade com a cabeça erguida. Sou um homem que respeita o bom senso, o diálogo e o equilíbrio. Sempre busquei e seguirei buscando o consenso, mesmo que ele seja contrário à minha vontade pessoal. O PSDB saberá tomar a melhor decisão no seu posicionamento para as eleições deste ano", afirmou.

"Seguirei como observador sereno do meu país. Sempre à disposição de lutar a guerra para a qual eu for chamado. Na vida pública ou na vida privada. Que Deus proteja o Brasil", concluiu Doria.

O anúncio, feito em tom grave, na casa alugada para seu comitê de campanha, nos Jardins, contraria a postura de Doria e de seus aliados nos últimos dias, que vinham negando a possibilidade de abrir caminho para a emedebista.

Dirigentes do PSDB não acreditavam que haveria acordo com Doria e apostavam até na judicialização do imbróglio. O tucano chegou a sinalizar que buscaria a Justiça Eleitoral para garantir que o PSDB lhe desse legenda com base no fato de ter vencido prévias em novembro passado.

Ele discursou com um painel da bandeira do Brasil ao fundo e acompanhado pelos aliados mais próximos e pela esposa, Bia Doria. Foi bastante aplaudido por correligionários e chorou ao fim da fala de cerca de dez minutos.

*

Veja, abaixo, a íntegra da nota elaborada pelo secretariado Diversidade Tucana:

NOTA OFICIAL A Diversidade Tucana Paulista vem a público manifestar apoio ao nosso ex- governador João Doria, que, na manhã desta segunda-feira, dia 23 de maio, anunciou a desistência em disputar a Presidência da República como representante da Terceira Via Política.

Respeitamos e apoiamos a decisão tomada pelo nosso ex-governador. No entanto, entendemos que ele seria um grande representante do nosso núcleo político na instituição de políticas públicas que garantiriam direitos à comunidade LGBTQIA+ de âmbito nacional.

Em pouco mais de 3 anos à frente do Governo do Estado de São Paulo, João Doria trabalhou incansavelmente pelo engrandecimento da população paulista, valorizando a saúde pública durante a pandemia, buscando o fomento da atividade econômica, cuidando dos menos favorecidos e lutando para que todas e todos pudessem ter os direitos respeitados.

De modo particular, a Diversidade Tucana destaca alguns dos principais trabalhos que ele desempenhou como governador do Estado de São Paulo:

- Ampliou o espaço do Museu da Diversidade;

- Assinou Termo de intenções para o Fomento do Turismo de valorização da comunidade LGBTQIA+, envolvendo 9 secretarias do Governo;

- Criou a Delegacia Online da Diversidade, visando facilitar o acesso da comunidade LGBTQIA+ no registro de crimes contra a Diversidade Sexual;

- Reativou o Selo da Diversidade, objetivando criar oportunidade no mercado de trabalho para a população;

- Criou a primeira casa de passagem com o objetivo de ajudar pessoas em situação de drogadição, que não tinham espaço no sistema oficial de atendimento;

- Criou o Centro de Atenção aos Egressos Mulheres e Diversidade;

- Criou o Procon Diversidade.

Esses são alguns dos motivos que nos fazem entender a importância de ter João Doria disputando o cargo de Presidente da República. Com esse movimento, a comunidade LGBTQIA+ perde espaço e o direito de ter um candidato que representa a nossa causa nesse tão importante momento da política brasileira.

Respeitamos a decisão, mas lamentamos profundamente que João Doria deixe a candidatura. Conte sempre conosco!

Assina:

Ivan Santos, presidente da Diversidade Tucana do Estado de São Paulo



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades