Siga o Portal do Holanda

Variedades

Pai de aluno morto diz que assassinos são vítimas do ódio

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Reinaldo de Souza Limeira Júnior, pai de Kaio Lucas da Costa Limeira, 15, morto no massacre de Suzano (Grande SP) disse que "não tem que se pensar em perdoar (Guilherme e Luiz), pois eles são duas crianças".

"Enterrei meu filho ontem (quinta-feira). O que posso dizer é que mais amor, mais amor", afirmou em lágrimas. Ele ainda acrescentou considerar os atiradores como "vítimas do ódio".

O nome de Kaio Lucas foi o último a ser confirmado e entrar para a lista de vítimas divulgadas na quarta, após o ataque que vitimou cinco alunos, duas funcionárias e um empresário. Outras 11 pessoas ficaram feridas.

Júnior prestou depoimento, nesta sexta-feira, na Delegacia Sede de Suzano.

Kaio Lucas Costa Limeira foi descrito como tranquilo por familiares. Segundo sua prima, a auxiliar de advocacia Francine D' Angelo, 32, "dos primos ele era o mais tranquilo. Adorava jogar futebol."

Boa parte do conteúdo publicado por Kaio nas redes sociais era relacionado a esportes. Torcedor do Real Madrid, ele também lutava judô. Uma das fotos em que aparece em luta, com um quimono azul, é comentada em tom de brincadeira por Caio Oliveira, que também morreu no massacre.

O corpo do adolescente foi velado em um ginásio poliesportivo em meio a grande comoção. Mais de 15.000 pessoas fizeram fila para prestar homenagens às vítimas.

A turma da direita vai prá rua, mas seu principal líder arregou

Para compartilhar esteconteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.