Morte em ação da Polícia Civil revolta moradores em favela na zona sul de SP

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

20/10/2021 21h36 — em Variedades

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um homem morreu durante uma ação da Polícia Civil em uma favela na zona sul da capital paulista, na manhã desta quarta-feira (20).

A operação, que resultou em uma morte e na prisão de outra pessoa, foi realizada por policiais civis lotados no 96° DP (Monções). A justificativa dada para o ingresso na comunidade foi a investigação contra o tráfico de drogas.

De acordo com uma pessoa que estava no interior da favela do Piolho, no Campo Belo, e que pediu para não ser identificada, eram por volta das 11h30 quando os policiais invadiram a comunidade e foram ouvidos os disparos. A vítima caiu baleada em uma das vielas da favela, que está localizada na rua Cristóvão Pereira, altura do cruzamento com a avenida Jornalista Roberto Marinho.

A mesma pessoa que estava na comunidade no momento dos disparos, contou que duas pessoas foram detidas após filmarem os policiais. A reportagem questionou a Secretaria de Segurança Pública sobre as prisões, mas não houve resposta.

Revoltados com a morte, alguns moradores bloquearam faixas da Roberto Marinho no sentido marginal Pinheiros. Exibindo faixas pedindo "justiça", eles deixaram o local e seguiram para a entrada da comunidade após a chegada de diversas equipes das policiais civil e militar.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB), o caso está sendo registrado e será investigado por meio de inquérito pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

"As primeiras informações apontam que, durante uma operação de combate ao tráfico de drogas na região, criminosos resistiram a ação dos policiais civis, que intervieram". A pasta ainda confirmou que uma pessoa foi presa. A perícia foi acionada ao local e as armas envolvidas na ação foram apreendidas.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Variedades