Compartilhe este texto

Lewandowski autoriza envio da Força Nacional a Mossoró para procurar dois presos que fugiram

Por Folha de São Paulo

19/02/2024 18h30 — em
Variedades



BRASÍLIA, DF E MOSSORÓ, RN (FOLHAPRESS) - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, autorizou, nesta segunda-feira (19), o emprego da Força Nacional em Mossoró (RN), onde dois detentos fugiram da penitenciária federal de segurança máxima.

A medida foi tomada no sexto dia de buscas. Serão enviados 100 homens e 20 viaturas para a região. O emprego da Força Nacional foi um pedido do diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Passos Rodrigues.

Segundo informações da pasta, a medida também teve anuência da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT).

A tropa se somará aos cerca de 500 agentes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e das forças locais que atuam na operação de recaptura dos detentos.

Os dois fugitivos usaram uma barra de ferro retirada da estrutura da própria cela para escavar o buraco da luminária pelo qual conseguiram escapar, afirmam integrantes da cúpula das investigações.

Os detentos teriam conseguido a barra de ferro, de cerca de 50 centímetros, descascando parte da cela que já estava comprometida, devido a infiltração e falta de manutenção.

A Força Nacional é composta por policiais militares, bombeiros militares, policiais civis e profissionais de perícia. Eles passam por treinamento específico e atuam em todo o território nacional mediante autorização do Ministério da Justiça.

A Folha de S.Paulo acompanhou na noite de sábado (17) e madrugada de domingo (18) parte das buscas aos dois fugitivos, que envolve centenas de policiais, drones, helicópteros e equipes especializadas.

Ao longo de aproximadamente três horas, a equipe percorreu rodovias e áreas rurais. Além dos policiais nas vias, havia o barulho constante de um helicóptero da polícia que sobrevoava a região.

A operação de recaptura dos detentos envolve atualmente 13 forças de segurança, incluindo Polícia Penal Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros do estado.

Estados vizinhos, como Ceará e Piauí, também colaboram com suas respectivas forças policiais.

O ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, chegou a Mossoró neste domingo para acompanhar as buscas.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades