Compartilhe este texto

Leilão para concessão de Mogi-Bertioga e outras rodovias para o litoral ocorre na terça (16)

Por Folha de São Paulo

13/04/2024 15h30 — em
Variedades



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O leilão de concessão de 213 km de rodovias que ligam a região conhecida como Alto Tietê, entre elas a cidade de Mogi de Cruzes, ao litoral paulista, está agendado para a próxima terça-feira (16).

O modelo prevê uma novidade: o pagamento automático de tarifas de pedágio, conhecido como free flow.

O lote contempla as rodovias Padre Manoel da Nóbrega (SP-055), Mogi-Dutra (SP-088) e Mogi-Bertioga (SP-098). O trio corta as cidades de Arujá e Itaquaquecetuba, ainda na Grande São Paulo, as litorâneas Bertioga, Santos, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe, além de Miracatu, Pedro de Toledo e Itariri, no interior.

O sistema permite que os condutores trafeguem sem a necessidade de parar em praças físicas de pedágio, que em dias de feriado prolongado costumam registrar longas filas. O edital prevê a instalação de 15 pórticos ao longo do percurso.

Câmeras e sensores instalados nos pórticos serão responsáveis por emitir as cobranças por meio de adesivo previamente instalado no automóvel ou através da placa do veículo.

No caso dos carros, o pagamento automático gera um desconto de 5% na tarifa, além de um benefício para o usuário frequente, que recebe descontos progressivos a cada passagem dentro do mesmo mês.

"Em relação ao modelo tradicional, o free flow proporciona maior conforto aos usuários e melhor segurança viária, pois não há mais a necessidade de parada para o pagamento ou redução de velocidade", disse Lincoln Seiji Otsuichi, especialista em regulação do transporte da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo). O órgão será responsável por fiscalizar o contrato.

Conforme a gestão Tarcísio de Freitas (Republicanos), os valores do pedágio devem variar entre R$ 1 e R$ 6. O valor é menor do que chegou a ser divulgado, entre R$ 1,08 e R$ 6,29. De acordo com o governo, desde a primeira consulta pública do projeto, em 2019, foram feitas reavaliações do estudo de viabilidade que permitiram uma redução média das tarifas de cerca de 20% para cada segmento.

Esta redução foi de 14% em relação à publicação do edital em 2021.

O pagamento das tarifas será realizado por meio eletrônico a ser criado pelo vencedor da concessão.

Para os responsáveis pelo projeto, a nova modalidade deve melhorar a fluidez no trânsito e a eficiência na coleta de tarifas e promover redução dos custos de operação.

A proposta não prevê cobrança na ponte de Itanhaém, onde a passagem será gratuita, com a intenção de não comprometer o tráfego dentro do centro histórico da cidade.

Em Mogi das Cruzes, usuários que tiverem origem ou destino no Distrito Industrial de Taboão não precisarão pagar pedágio em um dos pórticos que será instalado nas proximidades. Também haverá a possibilidade de pagamento proporcional de tarifa ao trecho percorrido no km 43,1, e não haverá tarifa quando origem ou destino for centro do município.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades