Compartilhe este texto

Fugitivos de Mossoró pagaram R$ 5 mil por proteção em esconderijo, diz TV

Por Folha de São Paulo

25/02/2024 22h00 — em
Variedades



SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Os dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró (RN) pagaram R$ 5.000 por proteção em um esconderijo em Baraúna (RN). Na casa, os dois tinham até redes para dormir. As informações foram exibidas na noite deste domingo (25) no "Fantástico", da TV Globo.

Esconderijo foi encontrado depois de fugitivos abandonarem o local. Rogério da Silva Mendonça, 35, e Deibson Cabral Nascimento, 33, passaram sete dias em uma casa na zona rural de Baraúna, a cerca de 25 km da Penitenciária de Mossoró, segundo informações da PRF (Polícia Rodoviária Federal) repassadas à TV Globo.

Do lado de fora, Rogério e Deibson tinham uma espécie de bunker. O buraco cavado no solo serviria para que os fugitivos pudessem eventualmente se esconder dos drones que detectam calor humano usados pela PF. Além do bunker, os agentes também encontraram redes para dormir, embalagens de comida, um facão e uma lona.

Criminosos pagaram R$ 5 mil por proteção no esconderijo, diz PRF. Péricles Santos, superintendente da PRF no Rio Grande do Norte, contou que as lavouras da região podem estar mantendo os fugitivos alimentados. "O grande número de frutas fornece alimentação para eles o tempo todo", disse.

Chuvas 'torrenciais' dificultaram as buscas pelos fugitivos. Com o grande volume de água, muitas das trilhas e dos rastros monitorados pela PF "foram perdidos", acrescentou o superintendente da PRF. "[A chuva] Dificultava o trabalho dos cães farejadores e também dificultava o trabalho das equipes de campo".

PRF instalou espécie de blitz próximo à divisa com o Ceará. Todos os carros são parados e rigorosamente revistados antes de cruzarem a barreira, mostrou o "Fantástico". Em média, 3.800 veículos são parados pelo bloqueio policial. "Os investigadores acreditam que os criminosos fugiram para essa região", completou a reportagem.

Moradores relatam medo

População do entorno de Mossoró teme encontrar fugitivos. O agricultor Francisco Barbosa da Silva, que mora em Baraúna há mais de dez anos, disse à TV Globo que não tinha ideia de que estava ao lado dos foragidos. Da Penitenciária de Mossoró até o local onde vive Francisco são mais ou menos 27 km. "Olha, do lado de casa. Tá vendo?".

'Nós ficamos assustados', relata outro morador. "O cabra está deitado e vai encontrar um tiroteio de bala. Como é que o cabra escapa?", questiona Ivaldo Moura. "Pode ter um confronto de bala, esse tipo de coisa, né? A gente teme isso", afirma a moradora Maria José.

"Muitos moradores aqui da cidade estão com medo. Qualquer barulhozinho à noite, já pensa que são eles. As pessoas: 'É os bandidos, é o pessoal que saiu, que fugiu da cadeia'.", disse Expedito de Souza Filho, morador da região, ao "Fantástico".


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades