Compartilhe este texto

Fornecedora diz que liberação alfandegária atrasou entrega de 250 mil de testes de gripe

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

19/01/2022 20h35 — em
Variedades



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A MedLevensohn, fornecedora de testes rápidos para Covid e Influenza, enviou mensagem aos clientes avisando que a liberação alfandegária de um lote de exames para gripe, que chegou ao Brasil no dia 9 de janeiro, estava "extremamente lenta".

No comunicado, a empresa atribuiu a demora ao alto índice de afastamento de fiscais contaminados da Secretaria de Fazenda que trabalham nos portos, além de reivindicações da categoria que poderiam estar atrasando o processo.

O lote tem 250 mil unidades dos testes rápidos para diagnóstico da Influenza.

Procurada pela reportagem, a empresa afirma que o produto já foi liberado. "A MedLevensohn fez esse comunicado aos seus clientes a partir de informações que captou do mercado, a fim de mantê-los informados sobre o cenário", diz a empresa em nota.

O gargalo levantou receios de atraso também na previsão de chegada de novas remessas de testes de Covid-19. Nesta semana, a MedLevensohn afirmou que está conversando com os fornecedores para trazer lotes emergenciais ao Brasil.

Procurada pela reportagem, a Receita Federal não respondeu.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades