Compartilhe este texto

Embaixada dos EUA alerta americanos que querem vir ao Brasil sobre surtos de dengue e febre oropouche

Por Folha de São Paulo

21/02/2024 19h00 — em
Variedades



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A embaixada e os consulados dos Estados Unidos no Brasil emitiram um comunicado, na terça-feira (20), alertando viajantes norte-americanos sobre a transmissão da dengue e da febre oropouche no país. O aviso partiu do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC).

Por causa do número de casos acima do normal no país, as duas doenças foram incluídas pelo CDC no alerta de saúde de viagens nível 1 -são quatro níveis no total. O primeiro aconselha precauções usuais; o último, que os americanos evitem visitar o local.

O alerta sobre dengue pede para quem sai dos EUA que use repelente contra os mosquitos, vista camisas de manga comprida e calças compridas ao ar livre; além de aconselhar que durmam em quartos com ar condicionado, telas nas janelas ou "rede de cama tratada com inseticida".

A recomendação se estende para outros países na América Latina e no Caribe, como Colômbia, Costa Rica, Haiti, Jamaica, Martinica e Ilha de São Martinho.

O Brasil atingiu 650 mil casos de dengue em meio à escalada histórica da doença, que matou 113 pessoas nas sete primeiras semana de 2024. No início deste mês, a ministra da Saúde, Nísia Trindade, fez um pronunciamento nacional chamando uma mobilização contra os surtos de dengue no país.

Em meio a isso, porém, os estados do Amazonas e Acre também registram altos números de febre oropouche (transmitida pelo mosquito Culicoides paraense, popularmente conhecido como maruim), com sintomas semelhantes aos da infecção pelo Aedes Aegypti.

Manaus, a capital mais populosa da região amazônica, registrou até o início de fevereiro deste ano três vezes mais casos de febre oropouche do que todos os registros do ano passado. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, foram 217 pessoas infectadas em 2023 e, em 2024, 672 casos confirmados só até o dia 3 de fevereiro.

O alerta do CDC afirma que a doença pode ocorrer em pessoas de qualquer idade e muitas vezes é confundida com dengue.

"Os viajantes para esses estados do Brasil devem tomar medidas para evitar picadas de insetos, procurar assistência médica se desenvolverem febre alta, dor de cabeça, dores musculares, articulações rígidas, náuseas, vômitos, calafrios ou sensibilidade à luz durante ou após a viagem", diz o órgão americano.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) também emitiu, no início de fevereiro, um alerta epidemiológico sobre a doença.

"Nos últimos meses, houve um aumento na detecção de casos de febre de oropouche em certas áreas das Américas. Além disso, há uma prevalência elevada da circulação de dengue relatada em vários países da região. Em resposta a isso, a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) compartilha recomendações para o diagnóstico diferencial do vírus oropouche e recomenda o fortalecimento do controle de vetores e medidas de proteção pessoal para a população mais em risco."


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades