Compartilhe este texto

Diretor do Butantan fala em independência da Anvisa para decidir sobre Coronavac para crianças

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

16/01/2022 21h33 — em Variedades


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O diretor do Butantan, Dimas Covas, diz acreditar que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) demonstrará mais uma vez não se submeter a pressões do governo federal ao decidir sobre o pedido de liberação da Coronavac para uso infantil.

A vacina é produzida pelo instituto, que pediu autorização para que seja aplicada em crianças de 3 a 11 anos. "A agência está demonstrando independência ao longo de todo esse processo. O presidente Barra Torres teve uma postura muito altiva em defesa da instituição", afirma Covas.

Desde o início da pandemia, Jair Bolsonaro (PL) tem atacado a Coronavac por ser associada ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Para Covas, esse fator não dificultará a aprovação pela agência. "É um momento importante para a Anvisa mostrar que é uma instituição de Estado, não de governo. A agência está muito fortalecida", afirma.

Na semana passada, o Butantan apresentou os últimos documentos e respondeu a questionamentos feitos pela agência. Já há 15 milhões de doses prontas, das quais 12 milhões reservadas para vacinar crianças no estado de São Paulo. A expectativa é de uma decisão para a próxima semana.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades