Compartilhe este texto

Dezessete presos fogem de penitenciária no interior do Piauí

Por Folha de São Paulo

19/02/2024 21h00 — em
Variedades



RIO DE JANEIRO, RJ, E RECIFE, PE (FOLHAPRESS) - Dezessete presos fugiram de um presídio estadual em Bom Jesus (cerca de 498 km de Teresina), no sul do Piauí, nesta segunda-feira (19). A Secretaria Estadual de Justiça abriu um procedimento administrativo para investigar o caso.

Ainda de acordo com a pasta, forças de segurança foram acionadas para buscar os fugitivos da Penitenciária Dom Abel Alonso Núñez. Os detalhes de por onde os presos fugiram não foram divulgados.

Dois dos foragidos foram recapturados no início da noite: Jociel da Silva e Anderson da Costa. Eles foram encontrados na cidade de Currais, a cerca de 10 km de Bom Jesus.

De acordo com as autoridades, a maioria dos foragidos é de membros de facções criminosas, e alguns deles são considerados de alta periculosidade

A Secretaria de Justiça do Piauí afirmou que as forças de segurança do estado estão em diligências para a recaptura dos fugitivos.

Informações sobre o paradeiro deles podem ser repassadas de forma anônima pelo telefone 86 99488-8133, da Administração Penitenciária, ou o 190 da PM estão disponíveis para denúncias.

A Penitenciária Dom Abel Alonso Núñes é uma unidade penal de média segurança e mantém detentos do regime fechado. O presídio tem um número de presos maior que o dobro da sua capacidade. Segundo a Secretaria Estadual de Justiça, a unidade possui 78 vagas, mas abriga, atualmente, 183 presos.

O caso ocorre após a fuga de dois detentos de uma penitenciária federal de segurança máxima em Mossoró, no Rio Grande do Norte, no último dia 14. A Polícia Federal abriu um inquérito para apurar as circunstâncias do caso.

Rogério da Silva Mendonça, 36, conhecido como Tatu, e Deibson Cabral Nascimento, 34, chamado de Deisinho, ainda não foram localizados. De acordo com as investigações, ambos são ligados ao Comando Vermelho.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades