Compartilhe este texto

Corpo de idoso atestado morto em banco no Rio será enterrado neste sábado

Por Folha de São Paulo

20/04/2024 11h00 — em
Variedades



CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - O corpo de Paulo Roberto Braga, 68, será enterrado na manhã deste sábado (20) no Cemitério de Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. Na última terça-feira (16), Erika de Souza Vieira Nunes, 43, que diz ser sobrinha do idoso, foi presa em flagrante em um banco ao tentar sacar um empréstimo de R$ 17 mil com Paulo em uma cadeira de rodas, já morto.

Um vídeo flagrou o momento em que Erika tentava fazer o idoso, que não tinha reação, a assinar o documento. A gravação foi feita por uma gerente do Itaú Unibanco.

Como ele estava sem reação, funcionários do banco desconfiaram da situação e chamaram o Samu, que confirmou que o homem estava morto. O corpo foi levado para o Instituto Médico-Legal.

A defesa da mulher diz que o homem estava vivo quando chegou ao banco.

A Polícia Civil ainda investiga como e quando o homem morreu. Também apura as circunstâncias do empréstimo para saber se ele foi feito quando o idoso ainda estava vivo.

O episódio aconteceu em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro. Erika foi presa por suspeita de vilipêndio a cadáver e furto mediante fraude.

Em seguida, a prisão em flagrante foi convertida em preventiva por decisão da juíza Rachel Assad da Cunha. Em sua decisão, a magistrada afirmou que "em momento algum a custodiada se preocupa com o estado de saúde de quem afirmava ser cuidadora", referindo-se às cenas gravadas.

No registro, a cabeça do idoso pendia para trás, e as mãos caíam sempre que eram soltas por E rika. "Ele não está bem, não, a corzinha...", afirmou uma das funcionárias do banco que tentou intervir, ao que Erika responde "ele é assim mesmo". Ela insiste, ajustando o documento e apoiando a cabeça e as mãos do homem, que não reage durante todo o registro.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades