Compartilhe este texto

Como é 'Noite de Verão', série norueguesa entre as mais assistidas da Netflix

Por Estadão Conteúdo (Agência Estado)

16/04/2024 8h20 — em
Variedades



Lançamento da Netflix, a minissérie norueguesa Noite de Verão está atualmente na segunda posição do ranking das dez séries mais assistidas da plataforma no Brasil. Com somente cinco episódios de 30 minutos cada, a produção escandinava é uma escolha eficiente para uma maratona rápida.

Carina (Pernilla August) e Johannes (Dennis Storhøi) são um casal de meia-idade em um longo e feliz casamento. Eles decidem reunir a família e os amigos para uma celebração durante o solstício de verão e aproveitam a data para revelar um segredo que vêm guardando. A confissão irá afetar as conexões entre os dois e entre outros personagens, mudando suas vidas para sempre. Paralelamente, uma série de reencontros, esperados ou inesperados, provocam tensão e pequenos conflitos enquanto o grupo está reunido.

Noite de Verão explora temas intrínsecos aos relacionamentos, como amor verdadeiro, responsabilidades, casamento e traições. Também fala sobre amizade e despedidas. Assim, romance e intriga permeiam as relações entre personagens complexos, vividos por um elenco de atores noruegueses e suecos.

Com tom novelesco, a minissérie dramática reserva alguns respiros bem-humorados. Além disso, o belo cenário de Oslo, na Noruega, é de encher os olhos.

A história é ambientada no solstício de verão porque a família norueguesa decidiu celebrar a data aos moldes dos suecos. No país vizinho, o dia mais longo do ano é considerado um feriado, o Midsommarfest, com danças tradicionais e decorações floridas - daí as coroas de flores usadas pelos personagens. A data já serviu de ambientação para outras produções. Ganhou, por exemplo, contornos macabros no filme de terror Midsommar - O Mal Não Espera a Noite, do diretor Ari Aster, protagonizado por Florence Pugh.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades