Com 38%, ocupação de UTI Covid é a mais baixa na cidade de SP desde 2020

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

05/08/2021 12h36 — em Variedades

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cidade de São Paulo registrou, na quarta (4), a ocupação de 38% dos leitos exclusivos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para Covid-19. Trata-se da menor taxa desde o dia 15 de novembro do ano passado.

Segundo a gestão municipal, a capital dispõe atualmente de 1.147 leitos destinados a pacientes com o novo coronavírus. Em junho, a rede hospitalar municipal operou com 1.445 leitos, o maior número registrado no município —em fevereiro de 2020, antes da epidemia, a capital tinha 507 leitos.

Esse aumento no número de leitos foi possível a partir da ampliação da rede municipal. A Secretaria Municipal da Saúde afirma que entregou nove unidades hospitalares: Brasilândia, Bela Vista, Guarapiranga, Capela do Socorro, Santo Amaro, Sorocabana, Brigadeiro, Cantareira e Lydia Storópolli. E que foi construído um anexo no Hospital Municipal Municipal Dr. Moysés Deutsch (M’Boi Mirim), além dos hospitais de campanha que foram instalados no estádio do Pacaembu e no Anhembi.

A gestão municipal também diz que estruturou todas as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para que as emergências fossem transformadas em UTIs, fazendo com que fosse possível suportar a demanda de pacientes com Covid-19 no pico da epidemia.

Essas ações resultaram em 1.744.754 altas de pacientes com coronavírus que foram atendidos na rede municipal de saúde.

​A queda na taxa de ocupação também foi registrada no estado de SP. O estado registrou pela primeira vez neste ano menos de 50% de ocupação dos leitos de UTI destinados a pacientes com Covid-19.

Na segunda-feira (2), a taxa de ocupação atingiu 49,2%, de acordo com a Secretaria da Saúde. Em todo o estado, 10.156 pacientes estão internados devido ao coronavírus. Desses, 5.276 estão em leitos de UTI e há outros 4.880 em enfermarias de todo o estado.

A redução de hospitalizações vem sendo observada nas últimas semanas e é, segundo o estado, reflexo do avanço da vacinação.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Variedades