Compartilhe este texto

Bussunda: streaming nos permite relembrar a obra do humorista

Por Estadão Conteúdo / Portal do Holanda

25/06/2022 11h00 — em
Variedades



Há 60 anos, nascia Cláudio Besserman Viana, mais conhecido como Bussunda. O icônico humorista, que morreu em 17 de junho de 2006, ficou marcado por interpretar personagens como Ronaldo 'Fofômeno', Marrentinho Carioca e Montanha, além de sua marcante imitação do ex-presidente Lula.

O Estadão lista abaixo algumas produções disponíveis em serviços de streaming para relembrar alguns de seus trabalhos.

'Meu Amigo Bussunda'

Dividido em quatro episódios, o documentário original do Globoplay aborda as diferentes etapas da vida do humorista. Desde o surgimento do apelido na infância, passando pela época de faculdade (chegou a formar a chapa "Overdose: Esfaqueie Sua Mãe" em uma eleição universitária), a amizade com os outros integrantes do grupo, o início na TV, ainda cabeludo, e seus últimos dias, cobrindo a Copa do Mundo na Alemanha, em 2006.

Destaque para o último capítulo, feito por Júlia, filha do humorista, que tinha 12 anos quando perdeu o pai, e hoje é formada em cinema e fez mestrado em roteiro. "Não posso dizer que fazer a série foi um reencontro, mas foi um aprofundamento necessário e catártico para o meu luto", contou em entrevista ao Estadão em 2021 (relembre aqui).

'Casseta & Planeta: Urgente!'

O Globoplay disponibiliza atualmente as cinco primeiras temporadas do humorístico que tornou Bussunda popular nacionalmente - antes, já havia trabalhado no TV Pirata e em Doris para Maiores, mas principalmente atrás das câmeras, escrevendo.

Lançado em 1992, o Casseta & Planeta: Urgente! brincava com assuntos da época. Logo, o espectador deve se deparar com piadas envolvendo nomes como Fernando Collor de Mello, Itamar Franco e Ayrton Senna, entre tantos outros, além de entrevistas bem-humoradas com 'anônimos' em lugares públicos.

'Casseta & Planeta: A Taça do Mundo É Nossa'

O primeiro filme do grupo, lançado em 2003, traz Bussunda como Frederico Eugênio, um militante de esquerda que planeja o roubo da taça Jules Rimet após a conquista da Copa do Mundo de 1970 pela seleção brasileira - há, inclusive, uma participação de Carlos Alberto Torres, capitão daquela equipe.

Entrevista com Bussunda

A TV Brasil disponibiliza no YouTube uma entrevista de Bussunda para Ziraldo exibida pela TVE em 1989.

À época, além do trabalho na Casseta Popular, era um dos roteiristas do TV Pirata, na Globo. O grupo também tinha presença musical, tendo feito diversos shows no Rio de Janeiro, além de ter lançado o disco Preto com um Buraco no Meio, em 1989. Um dos destaques era a paródia que Bussunda fazia de Tim Maia.

Shrek

Longe da câmera, mas diante de um microfone, Bussunda dublou o protagonista da animação Shrek, da DreamWorks, no início dos anos 2000. Em entrevista ao Falando Francamente (SBT) em 2004, relembrava sua relação com o filme: "Eu me identifico muito com o personagem. Embora eu não seja um ogro, também sou casado com uma princesa, que nem ele. Me identifiquei com o humor do personagem, meio adolescente, inteligente ao mesmo tempo. As paródias com os outros desenhos, a coisa escatológica do pum, de tirar meleca, acho que tem tudo a ver com o humor do Casseta e Planeta, essa coisa de ser adolescente a vida inteira."

Ele também relembrava a responsabilidade na área em que era recém-chegado: "As dublagens brasileiras são muito boas. Temos dubladores excelentes e eu não sou um dublador profissional. Acho que deu pra ficar bacana. A dificuldade é você dar vida àquele boneco. Uma coisa que, na primeira vez que fiz o Shrek, me impressionou muito, e você vendo os desenhos não repara: a respiração. Quando ele corre, faz força, você tem que fazer todos os sons. Não basta só falar as falas." O humorista participou dos dois primeiros longas da série.

Os filmes Shrek estão disponíveis para assistir em streamings como Netflix, Globoplay e Amazon Prime Video.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades