Brasil recebe 1,3 milhão de doses da vacina contra Covid da Pfizer

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

17/10/2021 12h03 — em Variedades

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Brasil recebeu mais 1,3 milhão de doses da vacina contra a Covid da Pfizer na manhã deste domingo (17). Os imunizantes chegaram ao país pelo Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

Segundo o Ministério da Saúde, das mais de 310,4 milhões de doses distribuídas no país, 94,2 milhões são da Pfizer.

A pasta afirmou em nota que, até o momento, o Brasil aplicou mais de 260,1 milhões de vacinas contra a Covid-19. Disse também que mais de 151,3 milhões de pessoas tomaram a primeira dose -o que representa 94,5% da parcela da população- e mais de 108,7 milhões completaram o esquema vacinal (67,9%).

O Brasil ultrapassou 150 milhões de pessoas com a primeira dose da vacina contra Covid na quinta-feira (14).

A marca foi alcançada um dia depois do país chegar a 100 milhões de pessoas com esquema vacinal completo, ou seja, aquelas que receberam as duas doses ou a dose única da Janssen. A imunização completa só ocorre, em média, 15 dias após a segunda dose.

O país registrou 472 mortes por Covid e 10.280 casos da doença neste sábado (16). Com isso, o país chega a 603.199 mortes e 21.636.308 casos registrados de Covid-19 desde o início da pandemia, de acordo com o último balanço do consórcio de veículos de imprensa.

As médias móveis de mortes e de casos estão estáveis em relação a sexta-feira (15). O recurso estatístico que busca amenizar variações nos dados, como os que costumam acontecer aos finais de semana e feriados, é calculado pela soma das mortes dos últimos sete dias e pela divisão do resultado por sete.

Na última semana, esse número está em queda. Por dia, o Brasil tem 331 óbitos e 10.141 infecções. Mesmo com as reduções, ainda é necessária a manutenção de cuidados que foram essenciais durante os meses anteriores, como uso de máscaras e distanciamento social.

Uma sequência de tuítes enganosos circulam nas redes sociais dizendo que vacina da Pfizer tem partículas contaminantes.

A postagem feita por um suposto médico norte-americano foi replicada por um grupo do Telegram voltado a pessoas contrárias à vacinação.

A publicação enganosa, verificada pelo Projeto Comprova, diz que há micropartículas contaminantes dentro de imunizante desenvolvido pela Pfizer contra a Covid-19 e gerou especulações de internautas sobre as vacinas serem criadas para prejudicar a humanidade.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a Pfizer e um cientista consultado pela reportagem apontam que as informações checadas não procedem, uma vez que as vacinas passam por três etapas de testagem, que avaliam a pureza, a eficácia e a segurança delas. O órgão de vigilância sanitária afirmou ainda que, na análise do imunizante, não constatou nenhum resíduo com potencial de impacto tóxico ou genético.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Variedades