Compartilhe este texto

Aulas são suspensas em Porto Alegre após retorno da chuva

Por Folha de São Paulo

23/05/2024 15h16 — em
Variedades



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com o retorno das fortes chuvas em Porto Alegre, a prefeitura e governo do estado anunciaram nesta quinta-feira (23) que as aulas estão canceladas na capital gaúcha nesta sexta (24).

A chuva desta quina fez subir o nível do lago Guaíba, alagando bairros novamente. O trabalho de limpeza teve que ser interrompido em alguns locais.

Em trechos dos bairros Menino Deus e Praia de Belas, por exemplo, a água voltou a subir com rapidez pelos bueiros e bocas de lobo.

A enchente fechou o caminho na rua José de Alencar em poucas horas, formando uma correnteza no asfalto e impedindo a passagem de carros e ônibus em frente ao hospital Mãe de Deus. A instituição teve o subsolo alagado nos últimos dias com a enchente do lago Guaíba, e a nova elevação interrompeu o trabalho de limpeza.

Moradores e comerciantes começaram a deixar os prédios da região nesta quinta. Em alguns trechos a água está na altura do joelho.

O Guaíba registrava 3,92 metros às 14h15 desta quinta --a cota de inundação é de 3 metros. O lago bateu recorde e chegou a 5,33 nos piores momentos da tragédia e estava em baixa nas últimas semanas.

Repiques da inundação também foram registrados em vias adjacentes à avenida Praia de Belas, como as ruas Botafogo, 17 de Junho, Coronel André Belo, Doutora Rita Lobato e Aureliano de Figueiredo Pinto.

Nesta quinta, a Defesa Civil registrou 163 mortes em decorrência das chuvas que tiveram início no dia 29 de abril. O número pode aumentar nos próximos dias, já que ainda há 72 desaparecidos. São 806 feridos.

No total, 468 municípios foram afetados, sendo que 65.762 pessoas continuam desabrigadas e 581.643 foram desalojadas. Conforme o governo gaúcho, 82.666 pessoas foram resgatadas.

Após a enchente histórica, a prefeitura realiza mutirão para limpar as ruas que não estão mais inundadas. Também é realizada a raspagem de lodo acumulado e varrição. A operação envolve 800 garis, 168 caminhões e 30 retroescavadeiras.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades