Compartilhe este texto

Ataques a tiros deixam 4 mortos em Fortaleza, e governador aciona ministro da Justiça

Por Folha de São Paulo

22/06/2024 16h30 — em
Variedades



RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Dois ataques de criminosos na noite desta sexta-feira (21) deixaram quatro pessoas mortas e oito feridas na periferia de Fortaleza. O governador do Ceará, Elmano de Freitas (PT), acionou o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, para adotar medidas contra o crime organizado.

Os dois ataques foram feitos a esmo contra pessoas numa pizzaria e num campo de futebol. Na ação mais violenta, crianças com idade entre 8 e 16 anos foram atingidas. Os ataques ocorrem após o governador anunciar uma reação ao crime organizado depois de uma chacina em que sete pessoas morreram no interior do estado, na quinta-feira (20).

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social afirmou, em nota, que um suspeito de envolvimento em um dos ataques foi preso na manhã deste sábado (22), e um adolescente, apreendido.

"A SSPDS destaca que as Forças de Segurança do Ceará seguem realizando diligências no intuito de capturar outros suspeitos de envolvimento nessa ocorrência. Equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e dos setores de inteligência foram enviadas para reforçar as ações na região", disse a pasta.

Uma criança de 10 anos e uma mulher de 48 foram mortas quando estavam num campo de futebol no bairro Barroso. De acordo com testemunhas, os criminosos chegaram em dois carros, desembarcaram e atiraram contra as pessoas reunidas no local.

Oito crianças ficaram feridas na ação: três meninas de 11, 13 e 16 anos, e cinco meninos de 8, 9, 10, 15 e 16 anos. De acordo com a direção do Instituto Dr. José Frotas, onde elas foram atendidas, o menino de 8 anos foi atingido na cabeça e está internado na UTI. Outras duas vítimas foram submetidas a cirurgias de emergência.

Em outro ponto da cidade, no bairro Mondubim, criminosos desembarcaram de três motos e atiraram contra um cliente e um entregador de uma pizzaria, que morreram. Imagens mostram que uma das vítimas chegou a tentar fugir, mas foi perseguida e alvejada.

Freitas vinculou os dois ataques a uma reação a ações do governo no combate ao crime organizado. Ele afirmou ter acionado Lewandowski para discutir o tema e não descartou pedir apoio de forças federais para auxiliar em operações contra as quadrilhas do estado.

"Acompanhei com imensa indignação ações de criminosos contra nossa população nas últimas horas. Dessa vez, atacando de forma covarde algumas pessoas inocentes. Isso ocorre na sequência da intensificação das operações de combate crime que temos realizado e anúncio de novas e mais duras medidas de enfrentamento às organizações criminosas", disse o governador, em pronunciamento publicado em suas redes sociais.

"Se necessário, não hesitarei em solicitar reforço de apoio federal nessa missão."

Na sexta-feira (21), Freitas promoveu uma reunião para anunciar o fortalecimento das estruturas da Justiça, do Ministério Público e da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social.

O encontro foi uma reação a uma chacina ocorrida na quarta-feira (20) na qual sete pessoas foram mortas. Três mulheres, com idades de 16, 23 e 25 anos, e quatro homens, com idades de 18, 21, 24 e 26 anos, foram mortos a tiros em uma praça de Viçosa do Ceará, cidade a 360 km de Fortaleza.

Um homem de 51 anos foi preso na sexta, sob suspeita de envolvimento na chacina. Ele foi localizado na cidade de Parnaíba, no Piauí. Um veículo que teria dado apoio no crime também foi apreendido.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades