Compartilhe este texto

Amigo de Carrie Fischer culpa Disney pela morte da atriz de 'Star Wars'

Por Estadão Conteúdo (Agência Estado)

29/05/2024 18h05 — em
Variedades



Um dos motivos que teria levado à morte da atriz Carrie Fisher, em 2016, teria sido a pressão da Disney para emagrecer e retornar à franquia Star Wars, defendeu o amigo pessoal de Fischer e músico, James Blunt.

Conhecido por hits como You are Beautiful, Blunt fez a declaração no lançamento de um livro de memórias em uma feira literária no País de Gales, na última semana. Segundo ele, Fischer voltou a usar drogas após ser convidada a voltar ao papel como princesa Leia na trilogia mais recente de Star Wars.

"Disseram que foi uma insuficiência cardíaca, mas ela tomou remédios suficientes para abastecer uma festa inteira", afirmou. O músico afirma que um dos objetivos da atriz era emagrecer - sob a pressão da Disney.

"Um dia antes de ela morrer, ela foi até minha casa e vi que ela estava acabando com o próprio corpo e havia acabado de conseguir novamente o papel como a princesa Leia nos novos filmes e Star Wars. Ela estava animada e otimista, mas eles a pressionaram a emagrecer. É o que eles fazem. Ela, então, me contou das dificuldades enfrentadas pelas mulheres nessa indústria: sobre como homens tem direito a envelhecer, mas as mulheres, não", declarou.

Fischer interpretou a princesa Leia Organa em Star Wars: Uma nova esperança, de 1977, O Império Contra-Ataca, de 1980, e em o O Retorno de Jedi, de 1983. Em 2015, a atriz foi convidada para retornar ao personagem, agora como a General Leia Organa em O Despertar da força.

A autópsia constatou que Fischer morreu vítima de um enfarte, mas foram encontrados no corpo substâncias como cocaína, metanfetamina, ectasy, álcool e opiáceos.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades