Vanessa defende vacinação de adolescentes contra HPV

Por

20/02/2013 16h50 — em Política

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) elogiou a forma “pioneira e preventiva” com que o governo do Distrito Federal (DF) está tratando o combate ao HPV (papiloma vírus humano). A senadora afirmou que se trata de “uma bela e humanitária iniciativa”.

Vanessa Grazziotin informou que, já em março, o governo do DF vai vacinar 64 mil meninas adolescentes entre 11 e 13 anos. Serão pouco mais de 190 mil vacinas, já que são 3 doses para cada adolescente, a um custo de R$ 18 milhões. A senadora explicou que o vírus HPV é a principal causa de câncer de colo uterino e que o Brasil registra 18 mil novos casos por ano.

A senadora lamentou que o Amazonas seja o estado com maior número de casos de câncer de útero, com quase 600 ocorrências.  A capital, Manaus, responde por quase 500 registros. Ela acrescentou que nos Estados Unidos até os homens recebem a vacina contra HPV.

Vanessa lembrou que é autora do projeto de lei do Senado (PLS 238/2011) que dispõe sobre o acesso gratuito para mulheres à vacina contra o HPV na rede pública de saúde de todo o país. A senadora pediu urgência na aprovação da matéria, que está em tramitação na Câmara dos Deputados.

- Tenho a convicção de que o Parlamento está sensibilizado com a matéria. A vacina é importante para que as meninas de hoje não sejam as mulheres acometidas de câncer de amanhã – declarou.

PT

A senadora também cumprimentou os petistas pelos 33 anos de fundação do PT e pelos dez anos da administração federal do partido – período que inclui dois mandatos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e dois anos da presidente Dilma Rousseff.

Para o PCdoB, disse Vanessa, apoiar e fazer parte do governo do PT tem sido um grande desafio, pois o PCdoB sempre militou na oposição. Ela reconheceu que “ainda há um longo caminho a percorrer”, mas ressaltou que o governo petista tem atendido aos anseios do país e da população.

 

 

NULL