Siga o Portal do Holanda

Tecnologia

Resíduos e tratamento de efluentes na Technicolor

Publicado

em

No sistema dos resíduos, a equipe da Fucapi fez um levantamento inicial, com boas práticas de destinação, dando suporte de informações à empresa Technicolor, conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos. “Identificamos nesse estudo, a utilização da tira dos paletes com um potencial reaproveitamento e aplicação no sistema de tratamento de água residual implantado”, explicou.

A implantação de uma Estação de Tratamento de Efluentes também foi outra iniciativa da Green Factory na Technicolor. “Foram tecnologias específicas utilizando resíduos de várias etapas industriais. Na 1ª etapa, selecionamos os sólidos grosseiros, substituindo o PET por plásticos que envolvem os paletes, que geravam muitos resíduos na fábrica.

Por meio desse sistema foi desenvolvido o projeto de irrigação com reuso do efluente gerado destinado a irrigação de plantas frutíferas que estão no entorno da fábrica.

Os países mais industrializados já desenvolveram metodologias de construção e de produção voltadas para a redução de perdas e para a sustentabilidade, como França, Alemanha, Japão e EUA. “No Brasil, esta temática ainda é muito incipiente, com ações pontuais, mesmo em grande empresas, porém isto tem mudado com as exigências do cliente, do mercado e com o aumento do rigor das legislações ambientais nas esferas municipais, estaduais e federal”, destacou Allan Lima.

Na fase de testes e monitoramento, foram contabilizados ganhos em energia, devido à iluminação e o sistema de bombeamento da água de chuva estar conectado na microusina fotovoltaica. “É um fluente de melhor qualidade e adequado à legislação de destinação e considerável volume de água de chuva (pluvial) que é reaproveitada para fins não potáveis dentro da empresa e melhor classificação de resíduos, influenciando sua redução e reciclagem”, explicou ele.
A expectativa dos pesquisadores da Fucapi é de que o Green Factory da Technicolor sirva de projeto piloto e de referência, para que outras indústrias do PIM se sintam inspiradas e inclinadas a desenvolver ações similares, inclusive sob uso de verba de P&D, relacionadas aos quesitos de fábrica verde.

“A ideia é que as empresas possam desenvolver ações sustentáveis e já devidamente fundamentadas – devido os resultados da pesquisa – na economia de recursos naturais e insumos necessários para seu processo produtivo, principalmente em energia/eficiência energética, água, efluentes e resíduos”, destacou.

O que é Green Factory?

O projeto tem como escopo a pesquisa e implantação de formas de redução de impacto dos processos fabris no meio ambiente em várias frentes. Isto permite que a empresa se torne mais sustentável. Implícitas às estas ações estão as decisões e visões administrativas e gerenciais além do compromisso da empresa em se tornar mais sustentável em seus processos e serviços. O conjunto destes aspectos, então, caracteriza a Fábrica Verde (Green Factory).

Fonte: Fucapi

+ Tecnologia

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.