Siga o Portal do Holanda

Saúde e Bem-estar

Urgência para urinar pode ser sintoma de esclerose múltipla

Publicado

em


Doença de causa ainda desconhecida, a esclerose múltipla é uma das patologias mais comuns em adultos jovens. Segundo a ABEM - Associação Brasileira de Esclerose Múltipla - a doença acomete em torno de 35 mil brasileiros, incidindo, geralmente, entre os 20 e 50 anos de idade, predominantemente em mulheres.

A doença pode se manifestar de várias formas, mas como não há um padrão, cada pessoa terá um conjunto de sinais e sintomas. Devido ao comprometimento da medula espinhal decorrente da esclerose múltipla é muito comum os portadores apresentarem dificuldades para controlar a bexiga. Em 90% dos casos, a bexiga hiperativa, uma disfunção que gera necessidade urgente de ir ao banheiro e a sensação de não conseguir segurar por muito tempo, muitas vezes com incontinência urinária, acomete o paciente¹.

Para que o paciente que já lida com o desconforto das complicações da esclerose múltipla não precise passar por situações constrangedoras e interferências nas atividades sociais, profissionais e sexuais, a disfunção pode ser tratada. A aplicação de toxina botulínica A no órgão (bexiga) é uma modalidade de tratamento realizada pelo urologista.

O Dr. José Carlos Truzzi, Mestre e Doutor em Urologia pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP -, explica que a bexiga hiperativa deve ser tratada, pois as contrações involuntárias e fora da normalidade, provocam o esvaziamento incompleto do órgão, podendo levar à infecção urinária. "Vários tipos de tratamento podem ser realizados, mas com as aplicações de toxina botulínica é possível inibir esses espasmos que causam o desejo súbito e intenso de urinar, reduzindo as idas ao banheiro e proporcionando um estilo de vida mais independente", comenta o médico.


Um estudo realizado durante quatro anos foi apresentado no último Congresso Americano de Urologia, em maio, mostrando que 90% dos pacientes com esclerose múltipla e acometidos pela bexiga hiperativa que passaram por tratamento com toxina botulínica A obtiveram redução de pelo menos 50% das perdas de urina, sendo que metade dos participantes alcançaram 100% de continência urinária ao final do estudo.

"Esse tipo de tratamento possibilita que os pacientes consigam realizar viagens, passeios e se locomovam para o trabalho sem precisar se preocupar com a busca urgente por banheiros. Muitos pacientes conseguem abandonar o uso de fraldas, uma condição bastante usual", esclarece o urologista.

Veja abaixo os possíveis sintomas da esclerose múltipla:


Alterações fonoaudiológicas - alterações ligadas a fala e deglutição

Fadiga - Cansaço intenso e momentaneamente incapacitante para realização da atividade desejada

Transtornos cognitivos - Muito relacionado a comprometimento da memória

Transtornos emocionais - Sintomas depressivos, ansiedade, transtorno de humor, irritabilidade

Problemas no trato urinário e intestinal - Bexiga hiperativa, constipação intestinal e urgência fecal

Transtornos visuais - Visão embaçada ou dupla

Problemas de equilíbrio e coordenação - Perda de equilíbrio, fraqueza, vertigem, falta de coordenação

Espasticidade - Rigidez excessiva de um membroSexualidade - Comprometimento do períneo e consequentemente do ato sexual

+ Saúde e Bem-estar

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.