Sentir raiva com frequência aumenta o risco de morte precoce, comprova estudo

Por Portal do Holanda

21/10/2015 5h51 — em Saúde e Bem-estar


Um estudo da Universidade de Lowa, nos Estados Unidos, diz que o risco de morrer precocemente é 1,7 vezes maior nas pessoas que sentem raiva com frequência.
Depois de analisarem 1.307 homens durante 40 anos, os pesquisadores notaram que este sentimento tira, de fato, anos de vida.
Para a investigação, publicada na revista Social Science & Medicine, os voluntários apenas tiveram que responder à uma pergunta durante os anos em que foram analisados: “Fica com raiva facilmente?”
Sempre que a resposta era positiva, os investigadores tentavam encontrar um motivo, fosse o dinheiro, o tabagismo ou as relações amorosas e a verdade é que por cada ‘sim’ o risco de morte precoce aumentava.
Embora os dados apresentados pelos norte-americanos precisam ainda, de mais fundamentos, o The Guardian destaca que os sentimentos de raiva, ira e estresse aumentam a frequência cardíaca e a pressão arterial, dois fatores que, por si só, pesam no que diz respeito à morte precoce.