Siga o Portal do Holanda

Saúde e Bem-estar

Sabe quanto tempo de vida os vícios conseguem te 'roubar'?

Publicado

em


O site acidcow.com decidiu calcular o tempo que os maus hábitos ocupam no dia de um viciado e quantos anos de vida roubam por cada vez que se repetem.
O vício do tabaco tem um custo de 13% do tempo de vida. E uma vez que a média diária ronda os 20 cigarros, são dez os anos de vida perdidos por conta do vício, que começa por volta dos 17 anos e faz com que o fumante comum morra antes dos 70 anos.
Cada cigarro tira 13,8 minutos do dia (e da vida), o que num dia (e fazendo a conta ao maço completo) corresponde a uma média de 4,6 horas de vida que se perdem.
No caso dos viciados em álcool, os números conseguem ser mais assustadores, com uma perda de anos de vida na ordem dos 29%.
Duas bebidas por dia (mais concretamente, 15 ou mais por semana - valor já considerado grave) correspondem a menos 23 anos de vida, sendo que cada bebida pode 'tirar' 6,6 horas do dia ao alcóolatra.
A cocaína, por sua vez, corta 44% da vida a um viciado, uma vez que a dose diária ronda as 6,6 linhas, com cerca de 150 mg cada. Cada linha consegue custar 5,1 horas de vida, o que, e olhando para a dose diária, corresponde a 33,7 horas e menos 34,3 anos de vida perdidos.
Os viciados em metadona perdem 49% do tempo de vida à custa do vício, sendo que cada comprimido consegue roubar 12,66 horas de vida. A dose diária é de cerca de quatro comprimidos, o que equivale a 50,4 horas de vida por cada vez que cedem ao vício.
Mais grave ainda é o caso dos viciados em heroína, que começam, em média aos 23 anos e mantêm este mau hábito por 14 anos. A dose diária corresponde a três injeções, mas cada injeção consegue tirar 22,8 horas de vida à pessoa, o que num dia é nada mais, nada menos do que 68,4 horas.
 
 

+ Saúde e Bem-estar

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.