Doenças erradicadas ressurgem após queda na taxa de vacinação no Brasil

Por Portal do Holanda

29/09/2021 11h50 — em Saúde e Bem-estar

Foto: Reprodução/Pexels

Em 2020, o Brasil não alcançou as metas de vacinas infantis disponíveis pelo Programa Nacional de Imunização. As vacinas, que são gratuitas, seguras e eficazes imunizaram apenas 75%, enquanto o ideal é que as taxas estejam acima de 90%. A queda das taxas de vacinação vem acontecendo desde 2015 e que facilita o reaparecimento de doenças erradicadas do país.

Conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente, a vacinação é obrigatória para o acesso a programas sociais como o Bolsa Família, que pode ser suspenso caso a vacinação não esteja em dia. Porém, o índice de vacinação regrediu, e pode ser equiparado às taxas de cobertura nos anos 1980. A pandemia é um dos elementos que ajuda a explicar o porquê da redução das imunizações no país, em queda há seis anos.

"Sem dúvida, a desinformação é a principal causa da queda da cobertura vacinal. As pessoas - incluindo aí vários profissionais de saúde - desconhecem os calendários vacinais para adolescentes, gestantes, adultos, idosos e imunodeprimidos. Some-se a isso o desserviço prestado pelas fake news e eis o resultado desastroso que estamos vendo", explicou a infectologista e diretora do Comitê de Imunização da Sociedade Brasileira de Infectologia Rosana Richtmann em entrevista ao Viva Bem.

A percepção da população é de que é baixo o risco de desenvolvimento de doenças por conta da diminuição e erradicação de doenças imunopreveníveis e o aumento da desconfiança em relação a vacina. O resultado se reflete na diminuição progressiva da cobertura vacinal e no ressurgimento de doenças consideradas erradicadas.

Volta de doenças evitáveis

Um exemplo desse fenômeno é a volta do sarampo. A proteção contra a doença está inclusa na vacina tríplice viral, que protege também contra caxumba e rubéola e é oferecida gratuitamente em postos de saúde do SUS.

Em 2016 a Organização Mundial de Saúde conferiu ao Brasil o certificado de erradicação, mas perdeu a certificação três anos depois. Em 2019 foram 20.901 casos de sarampo e em 2021 já foram confirmados 8.448 casos de sarampo.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Saúde e Bem-estar